Função da Medula Óssea e sua Relação com Sangue e Glóbulos

A medula óssea é constituída por tecido esponjoso mole localizado no interior dos ossos longos. É nela que se forma a maior parte das células sanguíneas e que o organismo armazena ferro.

A medula óssea mantém-se em atividade intensa e ininterrupta para produzir células sanguíneas; para isso depende de abundante e contínuo suprimento de substâncias.

Medula óssea e a produção do sangue

Para elaborar novos glóbulos vermelhos, ela aproveita restos de glóbulos vermelhos envelhecidos e destruídos nos órgãos a isso destinados. O ferro contido na hemoglobina é deixado na medula pelas hemácias que chegam ao fim da vida e novamente utilizado pela medula óssea para formar novas moléculas do pigmento.

funcao-medula-ossea

No sistema hematopoético, encarregado da produção de células do sangue, ocorre um círculo vicioso gigantesco. Células fagocitárias do baço, fígado, gânglios linfáticos e da própria medula  óssea encarregam-se de englobar os glóbulos envelhecidos e destruí-los no interior do seu citoplasma.

publicidade

A seguir lançam o ferro que sobra na circulação, para posterior aproveitamento.

Apesar do auto-suprimento, o processo não tem rendimento ideal e o organismo exige novas reservas de ferro para a produção diária de glóbulos vermelhos. A mucosa do intestino delgado encarrega-se da absorção do ferro contido nos alimentos.

Medula óssea e a Vitamina B12

Um segundo material indispensável ao funcionamento normal da medula óssea é a vitamina B12. Quantidades mínimas (cerca de um milionésimo de grama) dessa vitamina são necessárias diariamente.

publicidade

Em geral, ela aparece em quantidade mais que suficiente na dieta habitual. Mas, para que possa ser absorvida e aproveitada pelo organismo, exige o trabalho de uma substância especial secretada pela mucosa do estômago. Trata-se de um açúcar complexo, um mucopolissacarídeo, denominado fator intrínseco da vitamina B12

O Papel da Vitamina B12

O papel da vitamina B12 o de funcionar como um auxiliar de enzima (coenzima) na sintese de ácidos nucléicos (ADN e ARN). as substâncias fundamentais do núcleo das células. Quando a quantidade de vitamina B12 é insuficiente, verifica-se uma queda no ritmo de produção de células sanguíneas pela medula óssea: as células que dão origem aos glóbulos vermelhos apresentam-se anormalmente maiores. São denominadas megaloblastos (de megalos, gigante) e determinam o aparecimento da anemia megaloblástica.

O ácido fálico, uma das vitaminas do complexo B. também está relacionado com a vitamina B12 na produção de glóbulos vermelhos pela medula óssea. As duas substâncias parecem desempenhar papel importante em numerosas reações bioquímicas que envolvem os ácidos nucleicos.

Finalmente, para a formação da hemoglobina dos glóbulos vermelhos, são necessárias quantidades adequadas de outras matérias-primas”. Os aminoácidos são fundamentais para a formação da parte proteica (globina) da hemoglobina. O cobre também participa, em porções mínimas. Por outro lado. supõe-se que a vitamina C também interfira no processo. mas não existe comprovação.

publicidade