Sono – Como funciona? Dicas e Resumos Sobre Dormir

sono-como-funciona-dicas-e-resumos-sobre-dormir

O sono pode ser definido como um estado fisiológico reparador, necessário ao organismo, periódico e reversível. Caracteriza-se por uma depressão de consciência e um “amolecimento” dos movimentos espontâneos. A pessoa desliga-se do meio exterior, devido à redução das funções sensoriais e, por isso, não reage aos estímulos externos.

SONO – COMO FUNCIONA?

Um acentuado relaxamento muscular e supressão das funções superiores do córtex cerebral, seguidos da inativação total ou parcial das atividades psíquicas normais, são outras das características mais comuns do sono.

A instalação do sono é um processo gradual que se inicia pelo aparecimento de uma sensação crescente de fadiga e indiferença pelos acontecimentos do ambiente e o embotamento progressivo dos sentidos, que impede a pessoa de se manter consciente, ainda que se esforce para isso.

As pálpebras se fecham, como se o indivíduo não tivesse força para mantê-las abertas. Os braços caem, a cabeça pende e às vezes a boca se abre.

É também ao relaxamento muscular que se devem os roncos. A perda de tônus muscular atua também sobre o músculo do véu paletar, que se toma flácido e vibra com a passagem do ar durante a respiração. Quando o sono se inicia e ainda é superficial, podem aparecer diferentes imagens visuais ou auditivas, que constituem o sonho.

Este costuma surgir ao fim do período, quando a pessoa está próxima do despertar. Nesse ponto, o sono também já não é muito profundo.

Os sonhos são fruto de uma atividade cerebral diferente da atividade mental da pessoa em estado de vigília, e podem relacionar-se com as atividades ou situações conscientes ou com processos psíquicos subconscientes, de existência insuspeitada.

SELEÇÃO DE RUÍDOS

O “desligamento” do meio ambiente, durante o sono, não é total. Apesar da cessação da atividade motora, as pessoas se movimentam dormindo para procurar posições mais confortáveis.

Dos sentidos, o olfato e o paladar estão mais enfraquecidos. Segue-se a sensibilidade à dor, a audição e o tato. Além disso, existem as modificações diferenciais: as mães acordam quando seus filhos choram, se movimentam ou fazem ruído; os motoristas, quando ouvem buzinas.

No entanto, se estiverem habituados ao barulho de uma rua muito movimentada, este não será suficiente para acordá-los, como se houvesse um processo de “reconhecimento” dos ruídos.

Durante o sono, o ritmo cardíaco diminui e há queda de pressão, mas sonhos e pesadelos provocam aceleração dos batimentos do coração e elevação na pressão arterial. A frequência respiratória diminui. A inspiração é mais profunda e ruidosa, a expiração, rápida.

Conservam-se os movimentos e a secreção gástrica,  aumenta a sudorese, e o metabolismo basal (atividade geral das células) cai em 15%. A atividade do cérebro está reduzida, mas não ausente, como se verifica pelo eletrencefalograma.

Fonte:

1, 2

Imagem: fasdapsicanalise.com.br



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos