Anticoncepcional Diva – Benefícios e Efeitos Colaterais – Engorda?

 

diva

Fabricado pela Marba Farmacêutica Ltda, o Diva se apresenta como um dos anticoncepcionais de uso oral mais conhecidos e recomendados pelos ginecologistas.

Para obter mais informações com relação a este medicamento e quais os principais benefícios que ele oferece para as mulheres, basta conferir o nosso post!

Diva – O que é?

Conforme mencionado, o Diva consiste em um medicamento contraceptivo, tendo sua fórmula composta pelos seguintes hormônios: Progestágeno (drospirenona) e estrogênio (etinilestradiol).

Esse anticoncepcional é conhecido como um contraceptivo de baixa dosagem devido às pequenas concentrações dos hormônios contidos em sua fórmula.

Anticoncepcional Diva Engorda?

Não existe comprovação científica de que o uso do anticoncepcional Diva ou qualquer outro anticoncepcional engorde.

Benefícios

Com relação aos benefícios que este anticoncepcional proporciona para as mulheres, além de obviamente evitar a gravidez, os principais deles são:

– Regulariza a menstruação;

– Trata os distúrbios hormonais;

– Combate acnes;

– Evita o aumento de peso;

– Reduz a oleosidade da pele e dos cabelos;

– Ameniza os desagradáveis sintomas da TPM;

– Diminui o inchaço e retenção de líquidos.

Contraindicações 

Por mais que este contraceptivo seja considerado de baixa dosagem, ou seja, sem oferecer riscos graves à saúde, ele não é indicado nas seguintes situações:

– Pessoas com ocorrência de problemas circulatórios (atuais ou anteriores);

– Pacientes que sofrem ou já sofreram de trombose ou tendência a desenvolvê-la (histórico familiar);

– No caso de ocorrência de derrame cerebral;

– Pessoas com problemas cardíacos em geral (incluindo hipertensão e infarto);

– Pacientes que sofrem de enxaqueca intensa;

– Pessoas diagnosticadas com diabetes;

– Pacientes que sofrem ou sofreram de pancreatite;

– Pessoas portadoras de doenças ou alterações relacionadas ao fígado;

– Pacientes que tem ou tiveram câncer de mama ou na região genital;

– Pessoas que apresentam alterações ou mal funcionamento dos rins;

– Pessoas que apresentam sangramentos vaginais sem causa conhecida;

– Gravidez (suspeita ou confirmada);

– Pacientes que estão amamentando;

– Pessoas que sofrem de endometriose;

– Alergia a qualquer um dos componentes desse anticoncepcional.

Efeitos colaterais

Com relação aos possíveis efeitos colaterais apresentados pelo medicamento, os que poderão ocorrer são:

– Aumento da pressão arterial;

– Sensibilidade ao uso de lentes de contato;

– Sangramentos irregulares;

– Sensibilidade, dor e secreção nas mamas;

Dores de cabeça;

– Náuseas ou vômitos;

– Alterações de humor e da libido;

– Candidíase;

– Redução da tolerância à glicose;

– Alterações no fígado;

– Dores ao tossir ou respirar.

Qual o preço do medicamento?

Em média, o valor desse concepcional gira em torno de R$32,00 sendo vendido nas principais redes de farmácias em todo Brasil.

É necessário consultar um médico?

Sem dúvida alguma. Antes de fazer uso de qualquer tipo de medicamento é indispensável consultar um médico especialista, neste caso um ginecologista. Apenas este profissional poderá fazer um diagnóstico correto e prescrever o medicamento a ser utilizado conforme cada caso.

E quanto ao Diva, não é diferente. Recomenda-se que as mulheres façam um check-up completo quanto ao seu estado de saúde e somente depois disso façam uso de medicamentos contínuos, como no caso dos anticoncepcionais.

Imagem- vilamulher.uol.com.br

Publicidade:

Mais Assuntos