Atos Reflexivos – O que é? É perigoso? Mata? Tem tratamento?

atos-reflexivos-o-que-e-e-perigoso-mata-tem-tratamento

Mesmo com o desligamento total entre o cérebro e o resto do corpo, ocorrem respostas a estímulos nervosos. São os atos reflexos.

Os atos podem ser classificados, esquematicamente, em cons­cientes ou voluntários, automáticos e reflexos. Os dois primeiros resultam da atividade de neurônios localizados no córtex cerebral (substância cinzenta dos hemisférios cerebrais); diz-se, por isso, se­rem dependentes da atividade nervosa superior.

Quando praticado, repetidamente, um ato consciente pode trans­formar-se em automático. Dirigir automóvel é um exemplo típico.

No começo, cada manobra exige atenção e raciocínio específicos. Aos poucos, com a prática, as decisões tornam-se rotineiras e são tomadas mesmo quando a consciência está absorta em outros pen­samentos. Por outro lado, um ato automático pode passar imediatamente a consciente, se vier a ocorrer qualquer imprevisto.

publicidade

Atos reflexos são os que independem da atividade dos neurônios (células nervosas) do córtex cerebral. São comandados por qualquer um dos núcleos da- substância cinzenta ou por neurônios, cujos corpos celulares se encontram na substância cinzenta central do eixo cérebro espinhal, ou ainda pelos neurônios existentes no ce­rebelo.

Em vista dessa origem, os atos reflexos independem da consciência e são realizados quase sempre instantaneamente.

Neste artigo falaremos sobre Atos Reflexivos – O que é? É perigoso? Mata? Tem tratamento?

publicidade

Atos Reflexivos – O que é? É perigoso? Mata? Tem tratamento?

O CÃO AMESTRADO

As modernas idéias sobre as ações re­flexas começaram a surgir no século XVII, com o filósofo e mate­mático francês Renê Descartes, que propôs o reflexo como a uni­dade de ação do sistema nervoso. Um dos primeiros a confirmar experimentalmente as idéias de Descartes foi o biólogo Stephen Flales, no século seguinte.

Desco­briu ser possível destruir o cérebro de um sapo pela decapitação, e apesar disso persistirem as respostas a determinados estímulos. O fato prova que tais respostas podem ser dadas pela medula espi­nhal, sem intervenção do cérebro, dando origem aos Atos Reflexivos.

Ivan Pavlov, fisiólogo russo (1849-1936), foi quem sistematizou o estudo científico dos reflexos a partir de estímulos. Descobriu os reflexos condicionados e fez com que a psicologia se transformasse em ciência experimental. Realizou uma experiência com cachorros que se tornou famosa.

Por meio de intervenção cirúrgica, introdu­ziu um tubo de borracha no estômago do animal. Quando o cão es­tá com fome e vê um pedaço de carne, verifica-se uma secreção abundante de suco gástrico. O fenômeno, comum a qualquer cão, resulta, portanto, de um Ato Reflexivo.

Neste artigo falamos sobre Atos Reflexivos – O que é? É perigoso? Mata? Tem tratamento?

publicidade
Imagem- veja.abril.com.br