Colesterol Alto no Sangue – Como Diminuir com Dietas

O que causa um ataque cardíaco? Na maioria dos casos, um ataque ocorre quando o suprimento do sangue de uma parte do músculo cardíaco se reduz seriamente ou estanca. Este estancamento acontece quando se obstrui uma das artérias que envia sangue ao coração, geralmente pelas placas gordurosas que caracterizam a aterosclerose, um resultado da doença da artéria coronária. Se você possui colesterol alto é necessário que você tenha um médico acompanhando seu estilo de vida e mensurando o nível de colesterol de seu corpo regularmente.

Mesmo que não esteja claro de onde vem a placa em cada caso individual, a causa mais comum é um nível muito alto de colesterol no sangue, uma tendência hereditária para ter aterosclerose, e idade avançada.

Outros fatores que contribuem para contrair a doença cardíaca são ciganos, pressão arterial alta, e o sexo masculino (apesar de que depois da menopausa, os riscos das mulheres sobem a quase à mesma coisa que os homens).

 

Conselhos de Rotinas e Dietas para Diminuir o Colesterol Alto

Você não pode trocar sua idade, seu sexo, ou seus genes, mas pode fazer mudanças positivas em seu estilo de vida, o que pode reduzir ainda mais seus riscos de contrair uma doença cardíaca. Um primeiro passo importante é reduzir o colesterol de seu sangue a um nível que se considere de risco baixo. Os seguintes conselhos são ideais para que você dê esse passo.

Adote um novo estilo de vida

Assumir um compromisso de abaixar o nível de colesterol e de melhorar sua saúde cardíaca requer uma mudança de atitude mental, não uma dieta de modo passageiro. você necessita adotar um estilo de vida saudável, um estilo de vida que inclua a família. Mesmo que um membro de sua família tenha um baixo risco de contrair a doença cardíaca, não significa que o seu risco vai permanecer baixo. Estes riscos sobem à medida que envelhecemos, e demoramos toda uma vida para estabelecer bons hábitos. Os bons hábitos para a vida também incluem evitar as dietas tipo “yo-yo”— perder peso e recuperá-lo repetidamente. Tem se demonstrado que as dietas de yo-yo provocam o aumento dos níveis de colesterol.

Saiba que nunca é muito cedo para fazer algo

Mesmo que muito da ênfase no risco de doença cardíaca se coloca na pessoa que tem um nível de colesterol acima de 240, os números podem ser um pouco enganosos. A maioria dos ataques cardíacos ocorrem nas pessoas com um nível total de colesterol entre 150 e 250. Muitos médicos não entendem isso. O grupo que está acima, o grupo de maior risco (com níveis de colesterol acima de 240) somente apresenta cerca de 20 por cento dos ataques cardíacos. Mesmo que você esteja em um grupo abaixo ou no limite, sempre deverá prestar atenção aos seus hábitos e estilo de vida, aconselha.

Ignore as “balas mágicas”

Esta semana é salgado de arroz, a semana passada foi salgado de aveia e óleo de pescado. Tudo utilizado como a solução ao seu problema de colesterol. Mesmo que o estilo americano seja a maneira de atrair crises, um enfoque como esse não dá resultado quando se trata de sua saúde. Nós somos muito cautelosos com relação a esses remédios mágicos. Se o colesterol de alguma pessoa está alto, sabemos que vem comendo uma grande quantidade de comidas que tem o que consideramos acima do ideal em gorduras e colesterol. Necessitamos atender a fonte do problema, ao invés de nos ater ao alho, fibra, ou óleo de pescado.

colesterol alto

Mantenha-se afastado das gorduras saturadas

Muitas pessoas cometem equívocos ao pensar que se o nível de colesterol em seu sangue está alto, isso deve-se ao fato de haverem comido muitos alimentos que contenham colesterol. A principal causa do alto colesterol é comer muitas gorduras saturadas, ou tipo de gorduras que se encontram nos produtos lácteos que tem muita gordura, e na gordura animal, diz ele.

Outro responsável é o óleo vegetal parcialmente hidrogenado, que contém ácidos trans graxos, substâncias que aumentam nas gorduras as propriedades de elevar o colesterol. A melhor regra empírica é limitar-se a gorduras que sejam o mais líquidas possíveis à temperatura ambiente, se você vai usar margarina, use a do tipo mais líquida, como a de tubos ou a dos recipientes de apertar.

Leia o que está escrito na carne

As pequenas etiquetas que estão grudadas nos pacotes de carne dos mercados não são anúncios ou ofertas; na realidade são graus de gordura na carne. “Prime”, (de primeira- gordurosa), “Choice”, (escolhida- média), e “Select”, (selecionada-magra), são abreviações do Departamento de Agricultura dos EUA para significar “gordurosa”, “menos gordurosa”, e “magra”, ele explica. A “de primeira” tem de uns 40 a 45 por cento de gordura por peso, a “selecionada” tem de 30 a 40 por cento de gordura, e a “escolhida”, ou “magra”, tem de 15 a 20 por cento de gordura”, ele diz. Você pode comer um hambúrguer de carne moída selecionada no desjejum, na refeição e na janta, e ainda não exceder seu limite diário de gorduras saturadas, acrescenta.

Aprenda a contar gramas de gordura

Os alimentos dietéticos da Associação Americana de Diabetes indicam as porcentagens de calorias diárias que devem vir das gorduras. No entanto, já que a maioria das etiquetas dos pacotes indicam as gramas de gordura, não as porcentagens, pode ser difícil calcular exatamente o que é que você está comendo, recomenda-se calcular os gramas de gordura.

Quantas gramas de gordura e quantas gramas de gordura saturada você pode consumir por dia? Multiplique o número total das calorias consumidas por dia por 0,30, em seguida divida por 9 para encontrar o número de gramas de gordura total permitido. (Dividindo por 9 porque cada grama de gordura proporciona 9 calorias). Multiplique seu número total de calorias por dia por 0,10 e divida por 9 para encontrar o número de gramas de gorduras saturadas permitidas por dia.

 

dieta

 

Se você está seguindo uma dieta de 2.000 calorias por dia, você não deve comer mais de 22 gramas de gorduras saturadas por dia. O americano em média consome o dobro disso.

O que você pode comer para chegar a 22 gramas de gordura? Uma porção de carne “escolhida-magra” contém de 12 a 15 gramas de gordura, enquanto que uma porção de carne “selecionada-média” contém de 4 a 10 gramas. Uma colher de manteiga tem um pouco menos de sete gramas, mas muitas marcas de margarina de baixo teor de gordura contém somente um grama por colher.

Enquanto o leite integral tem a exuberante quantidade de cinco gramas por xícara, o leite desnatado tem somente uma grama. Você soma. Depois de tudo, se você seleciona a versão com baixo teor de gordura de cada alimento, talvez lhe sobrarão suficientes calorias de gorduras saturadas por dia para lhe permitir desfrutar de um pouco de iogurte de baixo teor de gordura, do qual uma xícara pode conter algo tão baixo como dois gramas de gorduras saturadas.

Vá aos extremos

É apropriado que uma pessoa que corra muitos riscos de doença cardíaca vá a estes extremos. Isso significa reduzir as gorduras. Você pode inclusive baixar até cinco por cento de suas calorias de gordura sem causar prejuízos. Nós temos examinado a população no Japão que consome de 9 a 12 por cento de suas calorias de gordura e estão perfeitamente saudáveis e tem colesterol muito baixo. O esforço vale a pena.

Coma como os vegetarianos, quando puder

O colesterol da dieta se encontra somente nos produtos de origem animal; os produtos de origem animal também tendem a ser mais altos em gordura (os produtos de leite desnatado são a exceção), especialmente em gordura saturada. Por outro lado, os alimentos derivados de fontes vegetais, não contêm colesterol e tendem a ter menos gordura.

As gorduras que contêm tendem a ser polissaturadas e monossaturadas, que são mais saudáveis que as saturadas. (As exceções são o óleo de coco, o óleo de palmeira, o óleo do fruto de palmeira, e os óleos parcialmente hidrogenados, que contêm quantidades maiores de ácidos graxos saturados). Você fará um favor a suas artérias se aumentar seu consumo de proteínas de origem vegetal, como feijões, grãos integrais, e tofu (queijo de soja), e se mantiver ao mínimo o consumo de produtos de origem animal de alto teor de gorduras.

Aumente seu consumo de carboidratos

Acrescentar em sua dieta porções adicionais de carboidratos complexos irá enchê-la e fará com que se sinta mais satisfeito, e sobrará menos espaço para as carnes com gordura e as sobremesas. Os carboidratos complexos incluem frutas, verduras, pastas, grãos integrais e arroz.

Use a grelha

Assar, grelhar, e cozinhar a vapor são maneiras de cozinhar seus alimentos de uma forma saudável para seu coração. A diferença do fritar, é que não é necessário o óleo.

Tire a pele da galinha

A pele da galinha (e também a do peru, que é quase a mesma) deve ser evitada completamente pelas pessoas que estão cuidando de seu consumo de gorduras. A pele contém quantidades altas de gorduras saturadas.

Evite as massas

Uma fonte oculta de gorduras saturadas são as massas—doces, pães doces, pedaços de massas, massas recheadas de creme, e outros. Estes doces frequentemente são feitos com óleo vegetal ou margarina—duas coisas que as pessoas que estão tentando reduzir seu Baixo. Limite-se a pão integral e a pãezinhos, e leia as etiquetas para certificar-se de que sabe o que há naquela embalagem.

Outras dicas Rápidas para quem tem Colesterol Alto

  • Aumente o consumo de fibras
  • Deixe de Fumar
  • Tenha uma vida mais ativa – faça exercícios
  • Como Pescados
  • Evite excesso de gemas e carnes

Leia também:

Colesterol HDL – Tudo sobre o Colesterol BOM

 

 



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*