Conjuntivite – Causas, Sintomas e Tratamento

Você sente como se alguém tivesse jogado areia nos olhos, mas você não esteve perto de uma praia ou de uma caixa de areia, logo, você pode ter uma conjuntivite. A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, a membrana mucosa que recobre a superfície interior das pálpebras e a frente do olho.

Sintomas da Conjuntivite

A conjuntivite frequentemente afeta os olhos mas não afeta a visão. Os sintomas podem incluir ardor ou coceira constante, extrema sensibilidade à luz, e lacrimejar. Os olhos ficam vermelhos e as pálpebras e a superfície do olho podem inchar. Também pode haver uma secreção aquosa, mucosa ou, no caso de uma infecção bacteriana, um muco espesso que sai dos olhos. O muco pode ser tão espesso que você se levanta de manhã com uma crosta sobre os olhos e a sensação de que seus olhos estão fechados com cola.

Causas

As causas de conjuntivite são tão numerosas como os tipos da doença. Os tipos de conjuntivites infecciosas, que são altamente contagiosas, podem ser causadas por vírus ou por bactérias, como neumococos, estreptococos e estafilococos. Os olhos são constantemente bombardeados com germes todo o tempo.

Mas o reflexo de mexer a pálpebra e o reflexo de lagrimejar são extraordinariamente eficazes para combater a maioria desses germes. E se um grupo particularmente agressivo de germes ataca o olho, os mecanismos defensivos entram em ação. Os vasos sanguíneos se dilatam para trazer para a área mais glóbulos brancos que matam bactérias, e o olho começa a eliminar a infecção. Essas manobras defensivas do organismo resultam nos sintomas da conjuntivite.

Os tipos não infecciosos de conjuntivite tendem a ser causados por corpos externos que entram debaixo das pálpebras, exposição à luz ultravioleta, e por alergias. O vento, a fumaça, e outros tipos de contaminação do ar, além do cloro das piscinas, podem irritar a conjuntiva. A condição crônica de “olho seco” também pode causar conjuntivite.

Conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica é mais frequentemente associada com coceira e inchaço da parte branca do olho, que algumas vezes podem ser tão sérias que o olho brilha como um globo que sai dentre as pálpebras.  Frequentemente isto acontece nas crianças pequenas, no verão, quando brincam na grama e arvoredos, e cai pólen em suas mãos e em seguida eles esfregam os olhos. Neste caso, o olho pode inchar em questão de minutos.

Qualquer que seja a causa, a conjuntivite pode ser dolorosa e irritante. O mesmo que acontece com a maioria dos sintomas de doenças dos olhos, é importante consultar um médico para um diagnóstico e tratamento corretos. Mesmo que uma conjuntivite viral ou bacteriana desapareça sozinha, pode desaparecer mais rápido com o uso de antibióticos e agentes antivirais adequados, se uma conjuntivite infecciosa demora mais do que duas ou três semanas, pode começar a converter-se em uma conjuntivite crônica.

Neste caso, as bactérias penetram nos cantos exteriores da pálpebra e entram dentro do olho, infectando-o também. Estas infecções mistas que afetam as pálpebras e o olho podem durar muito tempo.

Dicas Simples para Aliviar

Além de consultar o médico e seguir suas recomendações, você pode tomar algumas medidas básicas em casa para aliviar o mal-estar e, se tiver uma conjuntivite infecciosa, evitará propagar a infecção ao seu redor.

Esfrie a coceira da conjuntivite alérgica

Se tiver coceira relacionada com a conjuntivite, umas compressas frias vão seguramente ajudar a reduzi-la. Simplesmente molhe um pano com água fresca e coloque sobre os olhos.

Coloque gelo na inflamação

A aplicação de uma compressa gelada nos olhos ajuda a reduzir a inflamação causada pela conjuntivite alérgica. Trate de manter o gelo o tempo suficiente para reduzir a inflamação a ponto da pálpebra poder fechar sobre a córnea. (A córnea é a cobertura circular transparente na frente do olho que ajuda a ajustar a luz que entra no olho). De outra forma, a córnea pode se secar, o que em si é outro problema. Raramente este tipo de conjuntivite não melhora com as compressas de gelo e com um pouco de tempo.

Frequentemente, na manhã seguinte, o inchaço desaparece quase por completo. Aplique calor para combater a infecção bacteriana. As compressas quentes podem ajudar a aliviar bastante a infecção porque o calor dilata os vasos sanguíneos, levando sangue para a área, e subindo a temperatura, o que é ótimo para o germe sobreviver. O calor também relaxa os músculos que rodeiam a área, o que pode provocar alívio. Também funcionará bem aplicar um pano molhado com água quente (desde que não seja tão quente que possa queimar a pele) ou usar uma bolsa de água quente.

Coloque gotas

Para as conjuntivite alérgicas leves, as gotas vendidas sem receita podem aliviar. Qualquer uma dessas gotas são boas, sempre que não tenha nada sério no olho e sempre que as use somente por pouco tempo. Para evitar qualquer risco, e especialmente se você também está usando medicamentos de receita para os olhos, consulte seu médico para saber se pode usar as gotas vendidas sem receita.

 

Não se toque

Devido à conjuntivite poder ser muito contagiosa, é bom que os germes não cheguem a suas mãos. Se você tem conjuntivite infecciosa trate de não esfregar os olhos, e certifique-se de lavar bem as mãos depois de limpar os olhos e de aplicar o remédio.

Proteja seus olhos

A conjuntivite pode deixar seus olhos extremamente sensíveis à luz e a outros irritantes. Portanto, faça todo o possível para protegê-los. Se vai sair coloque óculos de sol para proteger seus olhos do vento e da luz solar. Deixe de cortar a grama ou trabalhar no jardim até que a conjuntivite desapareça ou pelo menos use óculos protetores para que não entre pólen e pó nos olhos. Deixe de nadar por um tempo, ou use óculos para natação bem ajustados. E quando for possível, feche os olhos e deixe-os descansar.

Conjuntivite é contagiosa

A conjuntivite causada por bactérias ou vírus é muito contagiosa, portanto você precisa evitar dividir toalhas, toalhas de mão, travesseiros, e lenços com outras pessoas. O líquido que é drenado dos olhos pode ficar na toalha ou travesseiro e infectar outra pessoa.

 

Leia Também:



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*