Diarreia – O que é bom para Tratar?

Você poderá culpar um desses germes que atacam por 24 horas ou talvez algo que comeu, mas se você é como o americano, em média, este ano sofrerá de diarreia uma ou duas vezes —ou seja evacuações intestinais aquosas e frequentes que podem estar acompanhadas de câimbra dolorosas e de náuseas e vômitos.

Se sua diarreia é cronica, amarela, infecciosa, constante ou aguda, então você precisa procurar um médico o quanto antes. Ele irá passar um remédio não só para este problema, mas para tratar o causador dele.

A gastroenterite—é o termo médico que inclui a gripe intestinal, infecções virais, e intoxicação por alimentos—é a segunda causa mais importante de absenteismo laboral (o resfriado comum é a primeira).

A diarreia é incômoda e desagradável, mas geralmente não é um grande problema para os adultos que estão bem de saúde. No entanto, se a diarreia se transforma numa condição crônica, a situação muda. Se afetar as crianças muito pequenas, os idosos, ou os doentes crônicos, pode ser perigosa. E se você não tiver a precaução de beber líquido suficiente, poderá terminar complicando o que deveria ter sido uma situação simples.

O que causa a diarreia?

diarreia

 

Se todos os membros de sua família estão doentes, mas em diferentes ocasiões, é provável que estejam passando o vírus entre si. As bactérias, que frequentemente causam a diarreia do viajante em certas partes do mundo, também podem ser responsáveis por diarreias como resultado da intoxicação por alimentos. Quando toda a família vai comer fora e seis horas mais tarde todos estão doentes, esse é um sinal clássico de intoxicação por alimentos.

Muito mais raros são alguns micróbios, tais como a ameba e a giárdia, que tentam se estabelecer permanentemente em seu intestino, e causam diarreias que duram semanas ou meses. Você pode contrair estes micróbios através de alimentos ou água contaminada, piscinas públicas, e banhos quentes comunitários.

 

Dicas Rápidas para quem tem diarreia

o que é bom pra diarreia

 

 

 

 

 

 

 

Procure um Médico. essa é a dica fundamental.

Descanse na cama. Dê a seu corpo a possibilidade de combater o micróbio que lhe está causando isto.

Coloque uma compressa quente no estômago. Isto ajudará a aliviar as câimbras abdominais.

Experimente iogurte. Você tem que estar seguro de conseguir um produto que contenha cultivos vivos de lactobacilos, micróbios benéficos que normalmente vivem nos intestinos. Há algumas reportagens sobre isso, mas não há estudos sérios que indiquem que o iogurte funcione. Mas não é má ideia experimentar.

Coma comidas leves. As sopas e a gelatina podem fazer bem ao estômago. Recomenda-se comidas suaves como arroz, macarrão e bananas. As batatas, as torradas, as cenouras cozidas, as bolachas de água e sal, e o frango sem gordura e sem pele, são também fáceis para o sistema digestivo.

Tome o líquido rosado. Deter a diarreia com um medicamento vendido sem receita talvez não é o melhor para seu organismo. A diarreia provavelmente reflete a intenção de seu organismo de se desfazer de um micróbio que lhe está dando problemas. No entanto, se você sente que é necessário, Pepto-Bismol é provavelmente o antidiarreico vendido sem receita que é mais seguro de usar. E os estudos indicam que pode ter um leve efeito antibacteriano, o que é de grande utilidade para a diarreia do viajante, já que esta condição está geralmente relacionada com bactérias.

Não consuma produtos lácteos. Evite o leite e outros produtos lácteos como o queijo durante o tempo que tiver a diarreia e também de uma a três semanas depois. O intestino delgado, onde se digere o leite, é afetado pela diarreia e basicamente não trabalha bem por um tempo. O leite pode dar a ideia de que é calmante. Mas na realidade pode piorar seu estado.

Corte a cafeína. Assim como estimula seu sistema nervoso, a cafeína ativa seus intestinos. E isso é o que você menos precisa quando tem diarreia.

Diga não às guloseimas. As altas concentrações de açúcar podem aumentar a diarreia. O açúcar das frutas pode fazer o mesmo.

Evite as comidas gordurosas ou com muita fibra. Nestes momentos, estas são mais difíceis de serem digeridas por seus intestinos. O que você necessita agora são alimentos mais suaves e mais leves.

 

Remédios

Alguns remédios, especialmente os antibióticos, podem produzir diarreia como efeito secundário. Os antiácidos que contêm magnésio e os edulcorantes artificiais como o sorbitol, são frequentemente os responsáveis, sem que se preste atenção neles. A não ser que a diarreia persista, geralmente você não descobrirá a causa. O tratamento tende a aliviar os sintomas e a evitar a desidratação, a consequência mais séria da diarreia. Logo, o que posso fazer?

Suportá-la. Se você não é muito jovem nem muito velho, nem está sofrendo de alguma doença crônica, não correrá nenhum risco se se dispor a suportá-la por uns dias.

 

Diarreia com sangue, amarela ou crônica

Se você vê sangue nas fezes, isso deverá alertá-lo imediatamente a consultar seu médico.

Se sentir-se como se estivesse desidratando, procure cuidados médicos. Os sinais são: tonturas quando fica de pé, urina escassa e de cor amarelo escuro, aumento de sede, e pele seca. As crianças também podem chorar sem lágrimas.

Se você tem febre ou calafrios que o fazem tremer, ou a diarreia persiste depois de 48 a 72 horas, consulte seu médico.

Esse sintoma ocorrer em crianças muito pequenas, idosos ou em doentes crônicos, deve-se consultar imediatamente um médico.

Mesmo que não exista uma prova definitiva de que a diarreia tenha uma ação de limpeza, provavelmente serve para algum propósito.

Mantenha-se hidratado

Enquanto isso, certifique-se que “mantém balanceados seus líquidos e eletrólitos”, como dizem os médicos. Obviamente, você pode perder uma grande quantidade de líquidos, mas também perde eletrólitos, que são minerais como o sódio e o potássio, críticos para o funcionamento do organismo. Aqui está como repor o que está perdendo:

Beba muitos líquidos

Ninguém está de acordo em dizer qual líquido é melhor—outra vez, pelo problema dos eletrólitos. Numa coisa concordam os especialistas: você necessita de pelo menos 2 litros de líquidos ao dia, e três se tiver febre. A água sozinha não possui eletrólitos, mesmo que você deseje tomá-la nesta etapa.

Chá e isotônicos – O que é bom?

O chá não muito forte com um pouco de açúcar, é um remédio popular. Alguns dizem que o melhor é isotônicos, como o Gatorade, esse produto está formulado para repor os líquidos que se perdem ao suar, não pela diarreia, uma situação completamente diferente. Alguns recomendam bebidas gasosas de dieta, pois qualquer coisa com muito açúcar pode aumentar a diarreia. O mesmo com a cafeína. Os sucos de fruta, especialmente os de maçãs e ameixas tem um efeito laxante, mas outros podem ser benéficos.

Mantenha seus líquidos frios, não gelados. Qualquer coisa que você escolher para beber, é preferível que esteja fria. Assim será menos irritante. Tome-os em gole, não os engula de uma vez; será mais fácil para seu sistema digestivo.

Tome um caldo de galinha. Ou qualquer caldo. Mas tome-o morno, não quente, e coloque um pouco de sal.

 

Quando a Diarreia é Constante

Algumas vezes a diarreia continua … por semanas. Isso provavelmente acontece quando um problema mais sério é o responsável. Seu médico pode determinar a causa. Aqui estão algumas das possibilidades:

Intolerância à lactose. Se tiver diarreia cada vez que toma um copo de leite, você pode sofrer desta condição que constitui numa inabilidade para digerir a lactose, açúcar do leite, e os produtos lácteos. É a causa mais comum da diarreia crônica. Sugere-se evitar o leite, mas tomar um suplemento de cálcio.

Doença celíaca. Neste caso, você não pode digerir glúten, que é parte do trigo.

Síndrome do intestino irritável. As emoções desempenham um papel importante neste caso, em que está incluído a

Constipação e a diarreia alternados. O quadro clássico é um adulto jovem com diarreia de manhã e que tem um exame importante.

Infecções parasitárias. Como já foi mencionado anteriormente, os parasitas podem permanecer indefinidamente.

Doença de Cohn ou colite ulcerosa. Estas duas condições são parecidas, e ninguém sabe suas causas. Mas o resultado final delas é a inflamação nos intestinos e diarreia, frequentemente acompanhados de dor.

Doenças sistêmicas. A diarreia crônica pode ser uma complicação de outras doenças, tais como diabete, esclerodermia e hipertireoidismo.

Câncer. Não é um pensamento agradável, mas um dos sinais de advertência de tumores no intestino é diarreia, especialmente se contém sangue.

 



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos