Dicas, Cuidados, Tratamentos, Sintomas e Contágio da Pneumonia

dicas-cuidados-tratamentos-sintomas-e-contagio-da-pneumonia

Os antibióticos reduziram muito o perigo de morte por pneumonia, mas não excluíram a necessidade de outras medidas terapêuticas importantes.

Na maioria dos casos (80 a 95% deles), a pneumonia é causada por uma bactéria, o pneumococo ou Diplococcus pneumoniae. O contágio pode decorrer da proximidade com portadores do mal, através de gotículas de saliva.

O enfraquecimento da resistência geral resulta da exposição à umidade, às variações bruscas de tem­peratura, debilitação generalizada decorrente de outras doenças e, sobretudo, alcoolismo.

Neste artigo falaremos sobre Dicas, Cuidados, Tratamentos, Sintomas e Contágio da Pneumonia.

Dicas, Cuidados, Tratamentos, Sintomas e Contágio da Pneumonia

SINTOMAS, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO

A dis­posição das lesões pneumónicas no pulmão ocorre de duas formas básicas: ocupando apenas um lobo de um único pulmão (pneumonia lobar) ou em focos Infecciosos distribuídos em todos os lobos de um ou dos dois pulmões (broncopneumonia).

Em ambos os casos, os sintomas são semelhantes: o primeiro deles é a febre, sempre muito alta (em tomo de 40°C), que aparece subitamente, acompanhada de grande mal-estar. Seguem-se intensa falta de ar (dispnéia), dores agudas no tórax e tosse, inicialmente seca e depois acompanhada de expectorações viscosas, de cor ver­melho-amarronzada.

Essa coloração resulta do infiltração dehemo­globina dos glóbulos vermelhos do sangue no catarro. Esses glóbulos microscópicos são apelidos dos vasos capilares nos bronquío­los, epreenchem alvéolos, de onde passam para o catarro.

Só no sétimo ou oitavo dia da doença é que a febre cede; o paciente começa a transpirar (sudorese). O conteúdo anormal dos pulmões se fluidifica e passa a ser expectorado com a tosse ou, então, parcialmente reabsorvido pelo sangue.

Empessoas idosas e em alcoólatras, porém, ocorre muitas vezes a pneumonia astênica (de astenia, depauperamento geral), que se caracteriza por sintomas mais brandos, salvo a dificuldade de res­piração. Mas, por outro lado, os antibióticos são menos eficazes em tais casos, porque a resistência do organismo não concorre para a cura.

Em geral, o simples exame físico do paciente possibilita o diag­nóstico, que pode ser confirmado por meio de uma radiografia do tórax. Feito o diagnóstico, o tratamento, à base de antibióticos, deve ser Iniciado imediatamente e mantido durante um período de 8 a 10 dias.

Durante qualquer fase da doença, o repouso é necessário. A ali­mentação é inteiramente livre, rijas essas recomendações não preci­sam ser feitas ao doente. A febre normalmente prende o paciente ao leito e a falta de apetite torna-o desinteressado pela comida. Os líquidos em geral contribuem para abaixar a febre e fluidificar o catarro.

Antes da descoberta dos antibióticos, a recaída era extremamen­te perigosa, sobretudo porque a resistência natural do paciente di­minui durante o processo de convalescença. Mas, em geral, a recaí­da era causado pela persistência do foco infeccioso, o que hoje ra­ramente ocorre, diante da eficácia dos antibióticos.

Mesmo assim, enquanto o organismo não se recupera totalmen­te, sua debilitação generalizada favorece nova contaminação, além do aparecimento de outras enfermidades, sobretudo no aparelho respiratório. Daí recomendar-se o prolongamento de cuidados pre­ventivos gerais durante o processo de recuperação.

Neste artigo falamos sobre Dicas, Cuidados, Tratamentos, Sintomas e Contágio da Pneumonia.

Imagem-minhavida.com.br



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos