Dor no Pé – Causas e Como Aliviar com Tratamento

Nossos pobres pés, tão sobre carregados de trabalho. Em somente um dia, absorvem perto de 454 kg de força quando nós levam de um lugar para outro. E quando os maltratamos terrivelmente—estamos sobre eles por horas; caminhamos sobre superfícies duras que dificultam nosso andar; e os apertamos em sapatos que podem estar na moda, mas que frequentemente não tem nada de cômodos. Portanto, não é de se estranhar que quatro de cada cinco adultos sofram de com dor no pé.

A dor nos pés é tão comum, Em festas, eu tenho deixado de dizer para as pessoa em que ganho a vida.

Mesmo que com certeza não são tão glamorosos como o coração ou o cérebro, os pés são obras fantásticas de engenharia, perfeitamente desenhados para dar anos de serviço—se os trata bem. Cada pé tem 26 ossos—juntos, os pés tem quase um quarto dos ossos de todo o corpo. Trinta e três articulações fazem com que o pé seja flexível e 19 músculos controlam os movimentos das partes do pé. Os tendões se estiram tensamente entre os músculos e os ossos, movendo partes do pé a medida que os músculos se contraem. Dois arcos na parte central e na ponta do pé, construídos como pequenas pontes , afirmam cada pé e o provém com uma estrutura elástica, que amortece os impactos. Os numerosos terminais nervosos do pé o fazem sensível. E toda a estrutura se mantém unida por meio de mais de 100 ligamentos.

 

Como Aliviar a Dor no Pé

dor no pé

 

Com tudo o incrível que possam ser nossos pés, poucos de nós pensamos neles até que nos doem. E quando doem, é difícil pensar em algo mais. Felizmente, se seus pés doem há várias coisas que você pode fazer para aliviar e tratar bem seus pés cansados, doloridos, e sacrificados, e também algumas medidas básicas que pode fazer para, em primeiro lugar, evitar problemas sérios dos pés. Aqui estão algumas sugestões para suas dores nos pés:

Tire uma carga

uma grande parte da dor que sentimos vem de músculos cansados. A perna tem quatro grupos de músculos básicos que movimentam o pé de cima, para baixo e de uma lado para outro. Depois de um certo tempo o pé fica plano porque os músculos ficam muitos cansados em sustentar o pé. Se você tem que estar muito tempo de pé, faça alguns descansos para tirar a carga de seus pés.

O mesmo conselho se aplica se você anda muito. Sempre que possa, eleve os pés num ângulo de 45 graus em relação a seu corpo, e descanse de 10 a 25 minutos. Ao elevar os pés, o sangue do pé vai se mover até o outro lado e vai ajudar a reduzir a inchação.

Deixe de molho

Coloque duas colheres de sopa de sais de Epsom (se podem conseguir sem receita em sua farmácia local) em um recipiente de água confortavelmente morna e coloque seus pés doloridos por uns 15 minuto. Em seguida, seque os pés com pequenas palmadinhas com uma toalha suave, e coloque seu creme ou loção hidrante favorita.

Alterne quente e frio

Sente na borda da banheira e deixe correr, alternando, sobre os pés, água fria e água quente (confortável), cada uma por um minuto; termine com água fria. No entanto, se você é diabético não faça isto sem a aprovação de seu médico.

Faça uma massagem

Não há nada mais relaxante que uma massagem nos pés. Faça com que outra pessoa lhe faça um massagem em seus pés com óleo para massagens, óleo de bebês, ou loção hidrante. Ou faça você mesmo uma massagem a seus próprios pés. Primeiro, passe o óleo, e faça massagens suaves, usando os polegares e os demais dedos. A seguir, e começando na parte de cima do pé, faça uma massagem cruzada de cima para baixo de todo o pé usando os polegares para fazer movimentos curtos e circulares.

Use os polegares para fazer uma massagem longa e profunda ao longo do arco do pé, em direção aos dedos. Suavemente aperte, faça movimentos circulares, e puxe cada dedo. Termine pegando o pé com ambas as mãos e apertando suavemente de cima até embaixo de seu pé.

Coloque gelo

Uma maneira de refrescar seus pés depois de um dia longo e duro é colocando gelo envolto num pano. Vai fazer com que se sintam muito bem e vai reduzir a inchação.

Faça exercícios para os pés

Como qualquer parte do corpo, os pés se mantêm mais são se você os mantêm fortes e flexíveis com exercícios realizados de forma regular. Caminhar com sapatos que deem bom suporte e amortização é um exercício excelente para os pés. Os pés também se beneficiam com exercícios especiais para eles. Sugere-se o seguinte:

  • Rodar Sobre uma bola de Golfe. Com o pé sem sapato, coloque sobre uma bola de golfe, e rode o pé (não pare) sobre a bola, usando somente o peso do pé.
  • Levante feijões. Esparrame feijões ou bolinhas de gude no piso, e levante-os com os dedos dos pés.
  • Faça círculos e estire os dedos. Sente numa cadeira com os pés para fora na sua frente, e faça quatro ou cinco círculos pequenos em ambas direções com os dois pés. Depois, estire os dedos para fora o mais que possa; em seguida estire-os na sua direção. Repita seis vezes.

Corte as unhas dos pés

As unhas encravadas dos pés pode ser uma condição herdada, mas o corte inapropriado delas pode piorar o problema. Corte suas unhas de forma reta no comprimento e somente até o final do dedo, em seguida passe a lixa nos cantos para eliminar as bordas afiadas que possam machucar a pele.

Mantenha seu peso ideal

Estar com excesso de peso coloca demasiada pressão nos pés, e em todas as outras articulações de seu corpo que suportam seu peso.

Compre sapatos que calcem bem

Com muita frequência, a pessoa compra sapatos que não calçam. Preferem estar na moda ao invés de ter um ajuste adequado e comodidade. “Eu posso fazer com que quase todos os problema nos pés melhorem com um par de sapatos adequados. Se deve procurar sapatos que:

  • Tenham suficiente espaço na área da ponta dos dedos.
  • O pé não se mova dentro. O pé não deve deslizar no interior do sapato.
  • Sejam suficientemente amplos. O pé não deve sair pelas bordas dos sapatos.
  • Calcem bem na loja. Não compre sapatos que sejam muito pequenos para seus pés pensando que os “vai alargar” com o uso.

 

Leia Também:

Leia Também: