Empiema e Pleurites – Sintomas e Tratamentos

Antes de analisarmos o que são Empiema e Pleurites, precisamos entender que os pulmões são recobertos por delicadas membranas denominadas pleuras. As inflamações das pleuras (pleurites) podem ter várias causas. As mais comuns são infecções e tumores (geral­mente iniciados nos pulmões ou na cavidade abdominal).

Simplificadamente, as pleurites podem ser classificadas em secas e com derrame. Quando o derrame é purulento, a pleurite recebe o nome de empiema pleural.

Pleurite Seca

Também denominada simples ou fibri­nosa, recebe o nome de seca pela pequena quantidade de exsudato presente na cavidade pleural. O exsudato é um líquido extravasado dos capilares sanguíneos, que têm sua permeabilidade aumentada pela reação das pleuras ao processo inflamatório estabelecido.

A partir desse líquido forma-se a Librina (substância fundamental dos coágulos). A fibrina constitui redes que recobrem a superfície das pleuras e, como conseqüência, provocam seu espessamento. Ao mesmo tempo, as pleuras perdem a aparência brilhante e característica. Quando há grande quantidade de redes de fibrina, as pleu­ras se enrugam, causando dores que aumentam com a respiração.

Pleurite com derrame

Entre os processos inflamatórios pleurais, é um dos mais freqüentes. A presença de quantida­des relativamente grandes de exsudato pode indicar que as pleuras estio profundamente irritadas e comprometidas. Geralmente o derrame já está presente há algum tempo, quando é detectado. O volume varia de 200 cm3 a alguns litros.

As causas da pleurite com derrame são várias. As principais se­riam o comprometimento de estruturas vizinhas – como os pul­mões, o mediastino e o diafragma -por pneumonia, tuberculose, micoses profundas, abscessos, tumores pulmonares, febre reumá­tica; inflamações primitivas das pleuras; e inflamações abdomi­nais, como pancreatite e abscesso hepático.

Empiema Pleural

Sua causa mais comum é a conta­minação da pleura por uma infecção pulmonar como, por exemplo, a pneumonia. Mas também a contaminação através de traumatis­mos torácicos pode causar o empiema.

Vários microrganismos (estreptococos, pneumococos, estafilo­cocos) podem ser responsáveis pela infecção. Atualmente, os estafi­lococos parecem ser os causadores de um maior número de casos, por sua capacidade de resistência crescente aos antibióticos.

Sintomas das Pleurites

empiema-pleurites

Os principais sintomas das pleurites são dor torácica e dificuldade para respirar. A dor é des­crita como uma “pontada motivo pelo qual o paciente procura li­mitar a respiração.

Algumas vezes a dor pode ser sentida na região do ombro, por causa de interligações nervosas existentes com a ca­vidade torácica. Surgem também febre, tosse e sintomas gerais de infecção: mal-estar,falta de apetite e dor de cabeça.

Nos casos de empiema, o estado geral do paciente pode ser gravemente afetado. Surgem dores torácicas furtes, prostração, suor abundante, emagrecimento, anemia e, em geral,febre elevada.

O diagnóstico é feito a partir do relato dos sintomas e do exame físico do paciente. São utilizadas também radiografias ou radios­copias. O médico poderá, ainda, recorrer à punção com agulha es­pecial, para retirada de uma pequena porção de líquido intrapleu­ral para exame de laboratório.

Tratamento da pleurite

O tratamento dos sintomas é feito com analgésicos e sedativos da tosse. Se a quanti­dade de líquido na cavidade pleural for excessiva, o médico dre­nará a cavidade. Mas o essencial é  tratamento da causa.

Uma complicação grave é a fibrose da pleura: adesão dos dois folhetos pleura is, com a formação de um tecido fibroso que constitui uma “carapaça na qual o pulmão fica aprisionado. Essa cara­paça dificulta grandemente a respiração normal, e nesses casos existe somente recurso cirúrgico: a decorticação (retirada completa das pleuras).



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos