Febre Tifoide – Sintomas, Tratamentos, Dicas, Manifestações e muito mais!

 

febre-tifoide-sintomas-tratamentos-dicas-manifestacoes-e-muito-mais

Doença grave, de consequências muitas vezes fatais, a febre tifoide pode curar-se completamente pelo uso de antibióticos em doses maciças.

A febre tifoide é uma enfermidade infecciosa que ataca todo o organismo, provocada por um germe chamado Salmoneila typhi (ou bacilo de Eberth).

Neste artigo falaremos sobre Febre Tifoide – Sintomas, Tratamentos, Dicas, Manifestações e muito mais!

Febre Tifoide – Sintomas, Tratamentos, Dicas, Manifestações e muito mais!

CONTAMINAÇÃO

Os bacilos penetram no organismo através da ingestão de água ou alimentos contaminados. Instalam-se inicialmente no intestino e, depois, disseminam-se por todo o organismo, principalmente nos tecidos linfáticos (localizados em sua maior par­te no figado, baço, medula óssea e gânglios linfáticos).

Enquanto os bacilos permanecem no intestino (uma ou duas se­manas), nenhum sintoma se manifesta. Estes só aparecem quando os bacilos se instalam nos nados linfáticos e outros pontos do sistema reticuloendotelial, onde sua proliferação se acelera.

Os germes contaminam também a bile que, lançada no intestino, vai determi­nar crescente presença de bacilos nasfezes.

As lesões mais acentuadas aparecem no íleo terminal, porção do intestino onde se encontram áreas intumescidas e mesmo ulcera­das, correspondentes ao acúmulo de células do sistema reticuloendotelial aí existentes (placas de Peyer).

A princípio, o paciente sente-se cansado, com ligeiras dores ab­dominais. À medida que o processo evolui, os sintomas se acen­tuam e diversificam: dor de cabeça, falta de apetite, insônia, febre – que aumenta todas as tardes – e, às vezes, vômitos.

O abatimento acaba por obrigar o doente a acamar-se, principal­mente porque a febre sobe muito, atingindo os 40’C. Surgem os delírios e a apatia quase total.

O abdome se distende devido à concentração anormal de gases, a ponto de dificultar a respiração, pelo tolhimento do diafragma.

PRIMEIRA SEMANA

Na fase mais aguda, em que se completa o estado infeccioso, ocor­rem evacuações sucessivas. As fezes apresentam um aspecto típico, de coloração esverdeada e odor fétido. O acometimento do intesti­no delgado pode determinar perfuração (de 1% a 4% dos casos) ou hemorragia intestinal – esta última mais frequente.

Se mio ocorrerem complicações, a febre começará a ceder na quarta semana. Todo o quadro se alivia, retornam o apetite e a agilidade mental, e o torpor se dissipa.

TRATAMENTO E PROFILAXIA

O diagnóstico da febre tifóide é facilitado pela riqueza de sintomas que configuram o qua­dro clínico. Os hábitos higiênicos e alimentares do paciente podem orientar o médico.

Também exames de laboratório (sangue, urina ou fezes, com reações especiais) revelam a presença do bacilo e facilitam o diagnóstico, em qualquer caso de dúvida. O tratamento é feito com cloranfenicol, um antibiótico ao qual o bacilo é extremamente sensível.

As principais medidas profiláticas, além da vacina específica,  dependem grandemente da organização da vida comunitária.

Remo­ção de dejeções humanas, controle de pureza do leite e laticínios, tratamento da água, combate às moscas e fiscalização dos métodos de produção dos alimentos industrializados e da manipulação de alimentos naturais.

Neste artigo falamos sobre Febre Tifoide – Sintomas, Tratamentos, Dicas, Manifestações e muito mais!

Imagem- saudicas



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos