Hemorroidas Externas e Internas – Como Tratar | Tem Cura?

hemorroidas
As hemorroidas são veias inchadas e estiradas que recobrem o canal anal e a parte inferior do reto. As hemorroidas internas podem formar bulbos no canal do anus ou sair do ânus. As hemorroidas externas ocorrem debaixo da superfície da pele, na abertura anal. Independente do tipo, as hemorroidas podem causar terríveis mal-estares: Doem, ardem, coçam, irritam a área anal, e muito frequentemente, sangram.

Sintomas

Abaixo apresentamos os sintomas comuns para as hemorroidas internas e externas:

Hemorroidas externas

Os sintomas são dor intensa e contínua na região anal, seguida de um aumento do volume dos mamilos “caídos”. A mesma trombose pode ocorrer nas hemorroidas externas, quando aparece, após um esforço brusco e intenso, uma tumoração azulada, resultante da rápida dilatação de uma veia e formação de coágulo.

Hemorroidas internas

Nos casos de hemorroidas internas complicadas por trombose dos mamilos, a causa parece ser uma contratura seguida do esfincter – anel muscular que controla a saída de substâncias contidas em vísceras ocas. A contração constante cria dificuldades à circulação pelas veias e conseqüente estase venosa, que facilita a trombose posterior de outros ou de todos os mamilos. As hemorroidas internas podem variar entre seu nível de evolução, variando entre o grau 1 e 4.

hemorroida-interna

Causas Comuns

Os seguintes fatores contribuem com elas, e alguns podem ser evitados.

  • A força da gravidade. Os humanos ficam eretos, o que causa pressão para baixo em todas as veias do corpo, incluindo as do canal anal e o reto.
  • Genes. Se um dos pais tem hemorroidas, é mais provável que seu filho ou filha as tenha em sua vida adulta; se ambos os pais as tem, aí será um fato quase certo.
  • Idade. Mesmo que geralmente as hemorroidas comecem a se desenvolver quando a pessoa tem vinte anos de idade ou mesmo antes, os sintomas geralmente não aparecem até que a pessoa esteja na sua terceira década de vida ou depois.
  • Estreitamento. A dificuldade de passar matéria fecal cria pressão e possivelmente prejuízo às veias do canal anal e do reto.
  • Práticas sexuais. O coito anal também exerce pressão nas veias do canal anal.
  • Sentar-se por longos períodos. Sem nenhuma forma de exercício, os músculos do coração trabalham mais lentamente para fazer com que o sangue das veias volte ao coração.
  • Estar de pé por longos períodos. A atração da força de gravidade continua sem interrupção nas veias do corpo das pessoas que estão de pé por todo o dia.
  • Obesidade. O peso extra coloca mais pressão nas veias. O que é pior, as pessoas com excesso de peso tem maiores chances e preferem alimentos refinados e uma vida mais sedentária.
  • Laxantes. O uso inadequado destes produtos é uma das principais causas da constipação, e como tal, também se pode considerar como um fator principal no desenvolvimento das hemorroidas.

causas-e-sintomas-hemorroidas


Alimentação pode resultar em hemorroidas?

Os alimentos altamente refinados (produtos de farinha branca, açúcar, alimentos com alto conteúdo de gordura e proteína e com baixo conteúdo em carboidratos complexos) resultam em uma dieta deficiente em conteúdo de fibra, o que resulta em constipação e hemorroidas. Assim, dietas com baixa presença de fibras podem influenciar na presença das hemorroidas.

Qual a relação com a Gravidez?

A medida que o feto cresce, vai exercendo pressão adicional na área do reto. As hemorroidas relacionadas com a gravidez geralmente desaparecem depois de que nasce o bebê, a não ser que já existiam antes.

 

Rotinas para Aliviar e Evitar

Felizmente, a maioria dos casos de hemorroidas respondem aos métodos básicos de auto tratamento, e assim você nunca terá que contar a ninguém de suas hemorroidas. Aqui estão as medidas mais eficazes que você pode tomar para aliviar a dor e para evitar que apareçam as hemorroidas.

hemorroidas-causas-tem-cura

 

Coloque fibra em sua dieta

As pessoas que consomem quantidades grandes de alimentos que contêm fibra—o que as vovós chamavam de “alimentos fartos”—raramente tem problemas com hemorroidas.  Enquanto viaja pelo sistema, tem a capacidade de absorver muitas vezes o seu peso em água; quando chega ao cólon, em combinação com restos digestivos, produz um excremento volumoso, pesado, e mole—todos esses fatores facilitam sua eliminação.

Esforçar-se muito devido à constipação, tendo um movimento intestinal dia após dia é provavelmente a principal causa das hemorroidas. Segundo os especialistas, acrescentar fibra na dieta é o único tratamento necessário para aproximadamente a metade de todos os casos de hemorroidas.

Beba muitos líquidos

Certifique-se de beber muita água para manter o processo digestivo movendo-se de forma adequada. É recomendado um mínimo de oito copos grandes de água ou outro líquido ao dia. E lembre, as frutas e as verduras, que são fontes importantes de fibra para a dieta, vêm empacotadas em sua própria água.

a-importancia-da-agua-beneficios


Evite suar e esforçar-se demais

Não tente ter um movimento intestinal enquanto não sinta a necessidade de o fazer. E não fique no vaso sanitário mais tempo do que o necessário para defecar sem esforçar-se demasiado. Você não deveria tentar de colocar-se em dia com a leitura do dia enquanto estiver sentado no vaso sanitário. Uma vez que seu intestino já se moveu, não tente produzir mais.

Atenda ao chamado da natureza

Por outro lado, não espere por muito tempo para responder à necessidade de evacuar. Quanto mais tempo o excremento fica na parte inferior do tubo digestivo, maior é a probabilidade de que perca umidade, o que endurece e resseca o excremento. A vida agitada que muitas pessoas vivem hoje em dia pode fazer com que a evacuação receba muito pouca prioridade.

Experimente uma posição diferente

Sugere-se que agachar-se para movimentar os intestinos é uma posição mais natural que sentar-se; infelizmente, os vasos sanitários do mundo ocidental não estão projetados para que isto seja possível para a maioria das pessoas. Experimente colocar seus pés em um banco pequeno para levar os joelhos para mais próximo do seu peito.

Caminhe

O exercício de forma regular ajuda o seu sistema digestivo a funcionar com maior eficiência. Não entanto, não há necessidade de fazer exercícios aeróbicos extenuantes; uma boa caminhada com um passo enérgico será suficiente.

Mantenha-a limpa

Mantenha limpa a área retal por todo o tempo. A matéria fecal residual pode irritar a pele, mas também pode irritar o limpar-se com força com papel higiênico seco. Sugere-se a seguinte: Enxágue suavemente a área com água corrente quando estiver sentado no vaso sanitário.

Em seguida seque a área sem esfregar e coloque talco, preferivelmente um sem perfume. Mais convenientes, mas também mais caros, são os limpadores pré-umedecidos projetados para o cuidado anal. Não entanto, estes limpadores podem causar irritação a algumas pessoas. Se você quiser experimentar, podem ser obtidos sem receita nas farmácias.

 

 Poderia Ser Outra Coisa?

Normalmente algumas pessoas atribuem sintomas às hemorroidas quando na verdade, outras condições são as responsáveis. A coceira pode ser o resultado de higiene anal inapropriada, verrugas perianais, lombrigas intestinais, remédios para a alergia, psoríase, outras formas de dermatite ou infecções locais, ou café em demasia. A dor pode resultar de fissuras—pequenas rachaduras na pele que rodeia o anus.

Atribuir erroneamente o sangue às hemorroidas pode ser um equívoco sério. O sangue pode ser um sintoma de câncer colorretal que mata 60.000 pessoas todos os anos. Ao sangue retal deve-se atribuir atenção rapidamente.

Mesmo que o sangue de cor vermelha brilhante frequentemente indica hemorroida, não tente diagnosticar-se sozinho. Se notar sangue, vá ao seu médico.

Tratamento: Cirurgia

As intervenções cirúrgicas são simples e constituem o único tratamento radical e definitivo. O pós operatório costuma ser bem incomodo. Os banhos de água quente são recomendados para aliviar os desconfortos.

cirurgia

 

Novo Tratamento mais Simples

Atualmente existe um procedimentos cirúrgico menos invasivo. Ela é chamada de Dearterialização Hemorroidária Transanal guiada por Doppler (THDe consiste em “estrangular” a hemorroida, fazendo com que o sangue não chegue até ela. O paciente muitas vezes é liberado no dia seguinte a cirurgia e volta ao trabalho em pouquíssimos dias.

Porém, como é algo ainda relativamente novo no Brasil, são poucos os médicos que realizam tal cirurgia . Os planos de saúde costumam não cobrir e o valor da cirurgia pode chegar à 10 mil reais. O vídeo abaixo apresenta algumas informações sobre esse procedimento.

Vídeo com Mais informações



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*