Hiperidrose – Suor Excessivo nas axilas, cabeça e rosto

Depois de um jantar picante em seu restaurante favorito, você se dá conta que suas costas e seu peito estão úmidos. Ao final de uma entrevista muito importante, estende a mão e nota que a palma está molhada. Depois de escapar por muito pouco de bater em um carro que não respeitou o farol vermelho, seca a umidade.O que acontece aqui? Em poucas palavras, é suor excessivo. O suor é o subproduto dos muito dedicados sistemas de termostato interno e de ar condicionado do organismo, os quais algumas vezes respondem às comidas picantes, à ansiedade e ao perigo da mesma maneira em que respondem ao calor excessivo. Chamamos de Hiperidrose o suor acima do necessário para manter a temperatura média do corpo humano.

Mas antes de que chegue à conclusão de que talvez você se sentiria mais cômodo e mais seguro de si mesmo sem essas reações sensíveis, lembre-se que o sistema o mantém com vida.

Entenda a produção do seu suor

Não há nada complicado acerca da mecânica do suor (ou transpiração, como frequentemente se chamam os que preferem pensar que não a tem). O organismo humano tem mais de dois milhões de glândulas sudoríparas (de acordo com alguns estudos, as mulheres podem ter mais) de dois tipos: as glândulas endócrinas e as glândulas exócrinas. As endócrinas estão localizadas em quase todas as partes da superfície do corpo—há umas 400 por 6,35 centímetros quadrados de pele, exceto em lugares como as palmas das mãos, onde se podem concentrar umas 3.000.

As endócrinas são as menores das duas e se originam muito no interior da pele, tem condutores estreitos que chegam até à superfície da pele. O trabalho destas glândulas é principalmente de controle da temperatura: quando o tempo está muito quente, as glândulas sudoríparas se ativam, extraem líquidos do sangue para produzir suor e transportá-lo através dos poros à superfície da pele.

publicidade

Quando está na superfície, o suor se evapora e refresca a pele. Isto por sua vez, refresca o sangue, que também é enviado rapidamente à superfície por células do cérebro que controlam a temperatura. O sangue já esfriado em seguida volta aos órgãos internos e aos músculos, e os refresca.

As glândulas exócrinas são maiores, existem em menores quantidades, e estão presas a folículos de pelo da área genital e das axilas. As exócrinas se ativam depois da puberdade e são extremamente sensíveis à tensão emocional e ao estímulo sexual.

Mesmo as pessoas mais inativas soam aproximadamente 1 litro ao dia. Por outro lado, os corredores que competem em maratonas podem produzir até aproximadamente 8 litros durante o decorrer de uma corrida. Essas produções extremas de suor são consideradas normais sob essas circunstâncias; alguém nem sequer pensaria nelas a não ser pelo fato de que podem ocorrer nos momentos mais embaraçosos.

publicidade

O que é a Hiperidrose?

A hiperidrose é uma condição que consiste em transpirar além da conta, ou seja, além do exigido para a regulação da temperatura normal do seu corpo. A hiperidrose pode ser causada por diferentes fatores. Entre os mais críticos: ansiedade, menopausa, doenças cardíacas e pulmonares, lesão na medula ou derrame.

Procure um Médico

Caso seu suor seja excessivo ou acompanhado de outros fatores, como perda de peso e febre, procure um médico.

 

Como suar menos no dia-a-dia

Caso o seu suor excessivo não seja causada por nenhuma doença ou problema do organismo, você pode tomar medidas para diminuir sua produção. Aqui vai o que você tem que fazer com ela:

Mantenha-se longe do sol do meio-dia

Quando o sol está mais alto e mais quente, seu corpo se super aquecerá logo, e poderá fazer com que seu sistema termorregulador funcione a todo vapor. Uma das formas mais lógicas de evitar o suor em excesso é evitar o superaquecimento excessivo. Um dia úmido e quente é ainda pior. Com alta umidade, a porcentagem de água suspensa no ar sobe, e reduz a quantidade de suor que o ar pode absorver da pele.

Vista-se de forma apropriada

Parece que a maioria dos materiais sintéticos aumentam o suor por que não absorvem a umidade. Trate de usar fibras naturais como algodão no verão e lã no inverno.

Informação Básica Sobre os Antitranspirantes

Aqui estão alguns conselhos dados pela FDA Consumer que lhe ajudará a obter mais proteção e menos irritação de seus antitranspirantes nas axilas:

  • Repita as aplicações regularmente. Os antitranspirantes funcionam por somente um período de tempo. Leia as instruções para ver com que frequência deve colocar.
  • Seque bem as axilas antes de aplicar o antitranspirante. A secagem melhora a penetração do ingrediente ativo.
  • Para evitar irritação, não aplique o antitranspirante na pele recém depilada. (Depile-se à noite, assim não terá que colocar o antitranspirante até a manhã seguinte).
  • Se um produto não lhe dá resultado, experimente outro produto com um ingrediente ativo diferente. O que funciona para uma pessoa pode não dar resultado para outra.

Mantenha-se “seco”

Devido ao fato do álcool estimular o fluxo de sangue na pele, as bebidas alcoólicas podem causar suor excessivo —mesmo antes de começar a sentir algum outro efeito no corpo. Nos dias quentes e úmidos limite-se a beber bebidas sem álcool. A água fria (mas não gelada) é o melhor para acalmar a sede e para repor os líquidos perdidos durante a transpiração excessiva.

Corte a cafeína

A cafeína é um estimulante que acelera o coração, fazendo com que se comporte como se estivesse respondendo a superaquecimento. Reduza seu consumo de cafeína—café, chá, refrescos com cola—vão beneficiar seu coração e lhe darão tranquilidade.

Vigie o que come

Comer alimentos picantes e condimentados pode provocar transpiração; portanto, seria prudente evitá-los nos momentos em que estar seco é uma prioridade para você.

Emagreça

Se você está além do seu peso, mesmo as atividades mais moderadas podem fazer com que seu coração se esforce mais para bombear sangue ao seu corpo. Alcançar e manter seu peso corporal desejado solucionará em grande parte o problema do suor excessivo.

Refresque-se mentalmente

O aumento de ansiedade—mesmo que seja temporal—pode causar suor excessivo. Nas pessoas propensas à ansiedade, mesmo a mínima tensão—ou nenhuma— pode levar a um ataque de ansiedade acompanhado de suor. Se você fica ansioso com frequência, procure manter atividade física, tal como correr, caminhar ou nadar, ou com exercícios de relaxamento como os de respiração profunda.

Respingue, esfregue, unte

Para acrescentar uma camada extra de confiança, pode usar um antitranspirante sob seus braços e inclusive nas palmas das mãos e nas plantas dos pés (se forem áreas problemáticas).

Os antitranspirantes inibem a produção de transpiração das glândulas endócrinas. A maioria desses produtos contém um sal de alumínio, que deve funcionar por que causa um pequeno inchaço ao redor dos condutores das glândulas sudoríparas, o que diminui a produção de transpiração.

O mais suave dos sais é o cloridrato de alumínio; o cloro de alumínio e o sulfato de alumínio são mais efetivos mas são mais ácidos, e quando se misturam com a transpiração, tendem a irritar a pele e a manchar a roupa, particularmente o linho e o algodão.

Hiperidrose deve ser acompanhada de perto

Se você tem um organismo que produz gotas como uma lata gelada de água tônica em um dia quente—mesmo quando está sentado sem se mover para nada, na sombra—você tem o que se conhece em termos médicos como hiperidrose. Pode ser algo anormal, por isso, sempre é bom uma opinião médica quando se tem suor excessivo.

publicidade

 

Leia Também: