Impetigo – O que é? Transmissão e Tratamentos. É contagioso?

o-impetigo-o-que-e-como-evitar-como-transmite-tem-tratamento

Essa inflamação superficial, causada por estafilococos e estreptococos, só ocorre quando há queda da resistência orgânica. Neste artigo falaremos sobre O Impetigo: O que é? Como Evitar, Como se Transmite e se tem Tratamento.

O que é Impetigo?

O impetigo é uma inflamação purulenta que afeta apenas a superfície da pele. Em geral, os responsáveis pela agressão são os estafilococos ou os estreptococos.

Mas qualquer um dos dois só se mostra patogênico se encontrar condições favoráveis. O simples fato de os micróbios estarem alo­jados na pele, ou serem levados para ela, não explica o apareci­mento da doença. Machucaduras, arranhões, traumatismos ou ou­tras doenças da pele podem criar condições propícias.

As condições gerais do hospedeiro também podem constituir um fator auxiliar. Diabete, desnutrição, anemia, alimentação deficiente, que determinam uma queda geral da resistência do orga­nismo, criam uma situação favorável.

Impetigo é contagioso?

Existe uma dúvida muito comum entre as pessoas no que se refere “o impetigo é contagioso?.

Muito comum no verão, o impetigo é altamente contagioso. A transmissão é feita através do contato com outras pessoas (de pele com pele), porém, também pode ocorrer através de roupas, toalhas e até brinquedos nos casos de crianças.

Sintomas de Impetigo

O sintomas do impetigo surgem rapidamente. Peque­nas bolhas, ou vesículas, tornam-se logo purulentas e caracterizam as pústulas. Depois as bolhas se rompem e no local fica uma crosta, que cai após alguns dias. No lugar permanece uma mancha acastanhada, que regride ao fim de algumas semanas, sem deixar cicatriz.

Enquanto o líquido está acumulado, cada bolha que se rompe permite a expansão da ferida. O líquido purulento conta­mina a superfície da pele, nos locais em que se espalha.

O inicio da afecção em geral restringe-se à região da face, mas pode também localizar-se nas mãos, axilas, pescoço. O mais fre­quente é que avance gradualmente para a periferia do corpo. Nas crianças, que constituem as maiores vítimas do impetigo, as lesões

O impetigo, em geral, aparece no rosto. As bolhas iniciais acumulam pus e se rompem. O líquido infectado determina o aparecimento de novas lesões.

se propagam com maior facilidade ainda, devido a falta de cuida­dos específicos. Elas costumam coçar aferida, e o dedo contami­nado leva os germes para outras áreas do corpo.

Impetigo em bebês

Muito comum entre crianças com menos de 5 anos, nos bebês, que apresentam uma resistência a infecções menor, os micróbios patogênicos têm maior facilidade de agressão ao or­ganismo.

Existe um tipo especifico de impetigo, que afeta em parti­cular os recém-nascidos. Por maiores que sejam os cuidados para manter os berçários livres de contaminação, ela pode ocorrer em determinadas ocasiões.

O aparecimento de afecções purulentas da pele, como o impe­tigo, é portanto condicionado basicamente por dois elementos. Um é a existência de germes piogênicos que determinam a forma­ção de pus; o outro, as condições gerais do organismo.

Como evitar e se prevenir de Impetigo

Uma das principais responsáveis pelo impetigo é a falta de higiene. Como medidas de caráter geral, o com­bate a infecções das vias aéreas, por onde os micróbios frequente­mente se propagam, a boa higiene, a manutenção do bom estado geral de saúde são auxiliares valiosos. A melhor forma de evitar o impetigo é a higiene, lavar sempre as mãos e tomar banhos com frequência.

Tratamentos para Impetigo

O impetigo cura-se facilmente, desde que o tratamento seja muito bem observado. A mãe, ou outra pessoa que cuide dos cura­tivos, precisa tomar todos os cuidados anti-sépticos, para evitar o contágio. A limpeza é frita com substâncias anti-sépticas, con­forme orientação médica.

A aplicação de pomadas de antibióticos combate os germes no local. Se julgar necessário, o médico pode indicara administração de antibióticos.

Imagem-  andrezagoulart.com.br



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos