O que é Astigmatismo? Quais os Sintomas, Cirurgias – Tem Cura?

Muitas pessoas saem das consultas sabendo que precisam usar óculos, mas com a dúvida “O que é Astigmatismo?”. A córnea normal é um segmento perfeito de esfera. Comporta-se como uma lente que desvia todos os raios de luz para determinado ponto focal. Todos os seus meridianos (linhas curvas hipotéticas que dividem uma esfera) têm a mesma curvatura, de modo que os raios que passam através deles são refratados (desviados) da mesma maneira e convergem para um ponto chamado foco. Porém, se a córnea apresentar uma curvatura variável nos diversos meridianos, os raios serão diferentemente refratados.

O astigmatismo é um defeito de visão decorrente da diferença de raio de curvatura entre dois ou mais meridianos, em particular ao longo de dois meridianos perpendiculares entre si, em que um apresente o máximo de curvatura e o outro, o mínimo.

O defeito será tão mais grave quanto maior for a distância entre os meridianos alterados. Em lugar de um ponto focal, existirão dois, e por isso o indivíduo não conseguirá focalizar simultaneamente num mesmo plano tudo que vê. Um astigmático que colha, por exemplo, um sinal em forma de cruz só poderá enfocar perfeitamente os braços horizontais ou os verticais, separadamente.

Em geral, o astigmatismo resulta de defeito congênito; algumas vezes ocorre após intervenções cirúrgicas na córnea, inflamações ou traumatismos. Em todos esses casos, ele é determinado pela retração cicatricial da córnea.

Se não possuir um defeito grave de curvatura da córnea, o astigmático poderá não perceber sua perturbação de refração, pois instintivamente acomodará a visão sobre um dos dois planos perpendiculares. Mas o astigmatismo obriga o sistema de focalização a contínuas variações entre duas linhas focais, e desse esforço ocular excessivo resultam frequentes distúrbios.

Os astigmáticos quase sempre lamentam-se de dor de cabeça, dores constantes no bulbo ocular, sensação de peso e de queimação nos olhos; apresentam os olhos avermelhados e as margens palpebrais irritadas. Esses distúrbios ocorrem com maior intensidade em condições especiais, como após uma sessão de cinema.

astigmatismo

Perturbações dos Olhos

Muitas vezes, o olho dotado de meios de refração normais não consegue ter uma imagem sempre em foco sobre a retina: se o cristalino não puder variar sua curvatura, não porá em foco determinada imagem.

O cristalino é de consistência elástica, e modifica sua curvatura após a contração do músculo ciliar. A elasticidade do cristalino modifica-se com a idade. Na criança, essa elasticidade é muito acentuada, porém vai diminuindo, até se tornar nula por volta dos 70 anos de idade. Quando isso ocorre, o olho perde a capacidade de pôr em foco imagens de objetos situados em distâncias diversas. Essa anormalidade caracteriza a presbiopia. Indivíduos jovens, que forçam a vista lendo em más condições de iluminação, poderão sofrer problemas de acomodação.

O espasmo da acomodação é determinado por uma contração contínua do músculo ciliar, a qual provoca um aumento de curva tura do cristalino. O espasmo atinge tanto os míopes quanto os que padecem de hipermetropia, e é favorecido pelo astigmatismo.

Os pais notam que a criança mantém a cabeça muito próxima do livro, não enxerga os dizeres no quadro-negro. Aparentemente com os sintomas de miopia, o quadro se acompanha, porém, de insistentes dores de cabeça durante a leitura. Tal particularidade permite distinguir o espasmo da miopia.

Tem cura?

O astigmatismo tem cura através da cirurgia ocular. Porém, em alguns casos a evolução é estabilizada com o uso de lentes corretivas.

O uso de Lentes Corretivas

A terapêutica dos vícios de refração é realizada essencialmente por meio de lentes corretivas. A correção do astigmatismo por esse método, contudo, mostra-se difícil e complexa. O olho astigmático apresenta duas linhas focais, pois a córnea tem dois graus de curvatura diversos, sobre dois eixos perpendiculares entre si. Para a correção desse defeito, devem-se usar lentes convexas (de ação convergente) no meridiano correspondente ao meridiano da córnea que apresente a menor curvatura.

Assim, se a curvatura da córnea é maior no meridiano vertical, a lente usada será cilíndrica (que refrata em um único plano), tendo a parte convexa no meridiano horizontal. Para a correção da presbiopia empregam-se também lentes convexas, que coloquem em foco a imagem sobre a retina.

Agora que você sabe O que é Astigmatismo, procure um oftalmologista e faça um exame para saber seu grau necessário.

imagem: corposaun.com.br

Leia também:

Olhos Cansados – Vista cansada, ardendo e embaçada?

Olhos Vermelhos – Vermelhidão por irritação, sol ou água

Leia Também: