Otite Aguda: Tipos, Sintomas e Tratamentos – O que é?

A criança, em particular o recém-nascido, é vitima constante de infecções nas vias aéreas superiores, pois ainda conta com poucas e fracas defesas. Em decorrência disso, as otites médias – sobretudo a catarral aguda e a aguda supurada – são mais freqüentes na infância. Abaixo apresentamos dois tipos clássicos de otite.

Otite Catarral Aguda

Á obstrução da trompa de Eustáquio determina a otite média catarral. O bloqueio provoca um vácuo relativo dentro da caixa timpânica: os pequenos vasos capilares são forçados e libertam pequenas quantidades de líquido, que se acumula dentro da caixa. A tensão produzida pela situação anormal origina a dor. O sistema de transmissão de sons é prejudicado e as ondas sonoras que vêm do ouvido externo são percebidas com menor intensidade. Manifesta-se uma relativa surdez, que varia conforme a gravidade da infecção.

Nas crianças, a causa mais freqüente de otite média, além dos resfriados, é a obstrução da trompa provocada pelos pólipos nasais (tumores moles, pedunculados). Os sintomas são praticamente os mesmos. A criança chora continuamente e a dor de ouvido pode ser identificada: comprimindo-se a pontinha de cartilagem triangular junto d abertura da orelha, o choro fica mais intenso.

Várias doenças infecciosas, como gripe, escarlatina, sarampo, coqueluche e difteria apresentam também a otite média como um dos sintomas.

publicidade

A pressão interior do ouvido está em constante equilíbrio com a da atmosfera, através da (rompa de Eustáquio. Quando a mudança de pressão exterior é muito repentina, não é possível restabelecer-se o equilíbrio. O choque provoca dor e surdez e, às vezes, vertigem, mas por pouco tempo. E, quando dura alguns dias, esse é o problema mais simples que pode atingir o ouvido médio.

De modo geral, as otites médias agudas são manifestações sem grande gravidade. Com o tratamento adequado da causa que as origina, saram sem deixar traços. O uso local de drogas descongestionantes e analgésicas alivia a dor. Mas sem tratamento correto, o processo pode complicar-se e originar uma otite crônica.

dor-de-ouvido-infecção

Otite Aguda Supurada

É afonia mais grave que a otite pode assumir, embora raramente origine complicações como a mastoidite e a meningite, freqüentes antes do aparecimento dos antibióticos. Em geral, a otite aguda supurada também se deve aos processos infecciosos que se transmitem das vias aéreas para o ouvido médio. O líquido purulento acumula-se na caixa do tímpano e invade as cavidades vizinhas, pressionando a membrana do tímpano, que fica congestionada e dolorida. Também a apófise mastoide (ponta do osso temporal que se salienta atrás da orelha) mostra-se sensível a compressão. A febre pode atingir 40°C.

Muitas vezes a membrana timpânica rompe-se espontaneamente e o líquido purulento é naturalmente eliminado. No entanto, mesmo antes que isso aconteça, uma pequena intervenção cirúrgica pode resolver o problema de maneira mais segura, pois opus não extraído tende a acumular-se, difundindo-se e a doença se agrava.

Tratamento

A operação feita para eliminar o pus das otites supuradas consiste em perfurar o tímpano com uma lanceta especial, de lâmina muito fina e ponta aguda. Apenas encostada no tímpano distendido, abre uma finda retilínea, por onde pode escoar-se todo o líquido purulento.

Não provoca dor e impede que o rompimento ocorra em alguma parte mais delicada da membrana timpânica, ou deforma irregular. Esse processo de abertura cirúrgica é denominado paracentese. Em crianças pequenas, às vezes é necessária a anestesia geral para impedir a resistência da criança.

publicidade

 

Leia também:

Zumbido no Ouvido –  O que pode ser? Como Tratar

Dor de Ouvido – Causas de um ouvido dolorido

Infecção no Ouvido -Como tratar o ouvido inflamado

publicidade