Pigarro na Garganta – Como Tratar muco na garganta

Esses sons que você faz todas as manhãs para limpar a garganta podem lhe indicar que você está sofrendo de pigarro. Esse é um termo delicado para a sensação de acúmulo de muco na parte posterior de sua garganta. O que você provavelmente não se deu conta é que seus seios paranasais normalmente produzem aproximadamente de 1 a 2 litros de um muco diluído e claro todos os dias. Geralmente isso não o irrita e você não nota quando ele vai do seu nariz até a garganta. O muco da garganta ajuda a umedecer e limpar o ar que você respira, e mantém lubrificados os tecidos de seu nariz e seus seios paranasais para que possam funcionar melhor.

Mas quando seu nariz se descontrola e duplica a produção do muco—ou produz menos, acaba se tornando mais espesso e mais pegajoso—aí podem começar os problemas. Algumas vezes quando é mais espesso, os pacientes acreditam que estão produzindo muco em demasia, porque é aí que o percebem. E algumas vezes você pode inclusive não notar o pigarro mas ao invés disso pode-se queixar de uma irritação crônica na garganta, rouquidão, ou da necessidade de limpar constantemente a garganta. Se você controla o pigarro, então esses outros sintomas irão melhorar. O que faz com que os seios nasais tenham esta mudança na sua produção de muco na garganta?

Quando a Cura do Pigarro se torna um Problema

Os sprays nasais vendidos sem receita trazem alívio temporário para um nariz tampado e seios nasais obstruídos. Mas o uso excessivo desses produtos podem piorar a situação do pigarro. Os sprays que contém hidro cloreto de fenilefrina, hidro cloreto de oximetazolina, e hidro cloreto de oxilometazolina tem um efeito de rebote. São vasoconstritores: isto quer dizer que reduzem a inflamação e o inchaço das passagens nasais ao evitar o fluxo de sangue. Mas depois de usá-los por três ou quatro dias, os vasos sanguíneos comprimidos se rebelam—pelo efeito de rebote voltam a inchar. Portanto, os especialistas recomendam que limite o uso destes sprays a poucos dias de cada vez para tratar o pigarro / muco na garganta.

Causas do Pigarro

  • Alergias. A alergia  é uma das causas mais comuns.
  • Resfriados. Um nariz mucoso é provavelmente o sintoma mais visível de um resfriado. Passada uma semana, você começará a se sentir melhor. Resfriado e pigarro combinam!
  • Obstruções. Os pólipos, pequenas protuberâncias parecidas com tumores nas membranas mucosas, ou um “repto” desviado (o osso que divide o nariz em duas partes) podem bloquear o fluxo do muco ou causar uma mudança, ao afetar o fluxo de ar.
  • Infecção no sistema respiratório. Você provavelmente deverá ir a um médico para que ele lhe receite antibióticos necessários para curar a infecção. Se o muco é amarelo ou verde e espesso, você provavelmente deve ter uma infecção.
  • Meio Ambiente. Se você se expõe a um ambiente seco e empoeirado, ou a ambientes irritantes com fumaça de cigarro, ou a contagiosos, suas membranas mucosas secarão e você terá quantidades reduzidas de muco espesso. Algumas vezes a passagem repentina de temperatura quente a temperatura fria, ou o contrário, pode ativar as glândulas produtoras de muco. No verão você passa do ar quente e úmido de fora ao ar seco e fresco do interior.
  • Gravidez. Suspeita-se que os hormônios são os responsáveis.

Tratamentos para o Pigarro – muco na garganta 

Algumas vezes, o que você está tentando limpar na sua garganta de manhã não é só muco. Pode ser o conteúdo de seu estômago.

O refluxo gastresofágico, o nome médico para a acidez, pode fazer com que o conteúdo ácido de seu estômago volte à garganta durante a noite. Pode não necessariamente causar uma sensação de ardor, que é o sintoma característico da acidez.

Se você acorda com um gosto desagradável na boca, se tem que limpar muito a garganta, e tem uma ronqueira que melhora à medida que o dia vai passando, pode ser que seu problema não seja só pigarro.

Tente elevar a cabeceira de sua cama de aproximadamente 15 a 20 centímetros, evite comidas ou doces por duas horas antes de se deitar, e reduza a cafeína e o álcool, que relaxam os másculos que mantêm fechado o esôfago. Também pode experimentar antiácidos vendidos sem receita.

Outros problemas ao engolir também podem ser responsáveis. Os músculos que são usados no processo complicado de engolir se enfraquecem com a idade. E você tende a engolir com menos frequência quando está dormindo. Além do mais, a tensão emocional pode causar espasmos musculares em todas as partes do corpo—incluindo a garganta.



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*