Teníase (Taenia Solium e Saginata) – Sintomas e Tratamentos

A teníase é a infecção provocada pelos vermes Taenia. O consumo de carne bem cozida constitui a medida mais segura de proteção individual contra o perigo da infestação de tais vermes. A teníase é uma parasitose causada por dois vermes diferentes: a Taenia solium e a Taenia saginata.

A tênia possui meios fisiológicos de autofecundação: não precisa sequer de parceiro para fecundar seus ovos, que são expelidos com as fezes. O cisticerco, forma larvária das tênias, causa doença muito mais grave, a cisticercose. Esta não afeta o intestino, como a teníase, mas ataca outras regiões do corpo (músculos, sistema nervoso central e globo ocular).

O nome solitária advém do fato de cada paciente, em quase todos os casos, ser portador de um único verme adulto. As tênias são grandes vermes achatados (medem de 2 a 12 metros de comprimento), com o corpo dividido em anéis, as proglotes.

A “cabeça’: denominada escólex, é uma pequena dilatação em forma de pera. O escólex é o órgão mais Importante do verme, pois é dotado de quatro ventosas que possibilitam sua fixação à mucosa intestinal. Além disso, enquanto não for eliminado, permite o novo crescimento da tênia.

Sintomas e Tratamentos – Taenia Solium e Taenia Saginata

Teniase-Taenia-Solium-Saginata.jpeg

Os sintomas produzidos pela Taenia solium e Taenia saginata são idênticos. Freqüentemente, o parasitismo não apresenta sinais específicos e é comprovado somente pela expulsão de proglotes.

publicidade

Nos casos típicos, após 2 ou 3 meses de incubação, surgem os sintomas gastrintestinais. A diarreia e dor na região do epigástrio são os mais importantes. A dor epigástrio poderá simular a úlcera duodenal, pois surge com o estômago vazio e passa com a alimentação. Outras manifestações que ocorrem com freqüência são a perda de peso, náuseas e vômitos.

publicidade

A teníase em si é geralmente doença benigna. Uma ocorrência grave, pela possibilidade de originar a cisticercose, é a auto-infestação, que pode ocorrer nos casos de Taenia solium.

A auto-Infestação é determinada pela chegada de proglotes ao estômago do indivíduo com teníase, quer pelo refluxo do conteúdo intestinal, quer pela ingestão de proglotes eliminadas com as fezes (no caso de crianças). O homem também pode adquirir a cisticercose pela ingestão de água ou alimentos contaminados com ovos de Taenia solium.

Muitas vezes, o diagnóstico é frito pelo próprio doente, após encontrar proglotes nas fezes. Nos casos em que não são encontradas proglotes e o médico suspeita da doença, é feita a pesquisa de proglotes nas fezes.

As proglotes eventualmente encontradas são clarificadas com ácido acético e examinadas ao microscópio. Assim, pode-se saber se o caso é de Taenia solium ou de Taenia saginata. Esse exame é importante também para evidenciar a ocorrência de cisticercose. O tratamento, qualquer que seja o tipo de tênia, é feito com medicamentos que matem o verme.

publicidade

Profilaxia – Teníase (Solium e Saginata)

Toda a carne consumida deve ser inspecionada rotineiramente nos matadouros e frigoríficos. Mas a principal medida para evitar a teníase é o hábito de comer carne bem cozida: os cisticercos são pouco resistentes ao calor, pois morrem a 55 graus centígrados.

Leia também:

Obstrução Intestinal –  Sintomas, Causas e Sintomas

 


Leia Também: