Formas básicas de enfaixamento: Técnica de ataduras e bandagem

enfaixamento ataduras e bandagem

Confira abaixo algumas dicas de básicas de enfaixamento e técnicas de bandagem.

LIGADURA CIRCULAR

É aplicável para manter um curativo numa região cilíndrica do corpo. Consiste simplesmente em colocar várias voltas de atadura, cada uma delas cobrindo a anterior, sobre a parte a tratar. Aplica-se comumente na testa, pescoço ou pulso. A ligadura circular pode ser feita com inversos.

LIGADURA OBLIQUA

Consiste em dar voltas obliquamente ao redor da parte a ser tratada, sem que se toquem essas voltas entre si. Deixa, assim, zonas sem tratar. Aplica-se quando se quer manter material do curativo sem pressão.

LIGADURA ESPIRAL, ou espiral imbricada.

As voltas da atadura ascendem em espiral, de maneira tal que cada volta cubra parte da anterior. Aplica-se em partes quase cilíndricas: dedos, braço e tronco. Dá uma pressão uniforme.

LIGADURA ESPIRAL COM INVERSOS

Aplica-se principalmente às partes cônicas do corpo (perna, coxa e antebraço), pois torna mais difícil que a ligadura se afrouxe e desloque. É uma ligadura espiral em que em cada volta se inverte a atadura, de forma tal que sua parte interna fica sendo externa, e na seguinte volta, vice-versa. Os inversos devem fazer-se de maneira tal que fiquem sobre a parte mais carnosa do segmento dos membros onde se colocam.

LIGADURA CRUZADA OU EM 8

Realiza-se cruzando a atadura em forma de 8. Utiliza-se sobretudo em articulações. No ombro faz-se o cruzamento no lado externo da articulação, fazendo-se, ao contrário, na face de flexão, no cotovelo e no joelho.

LIGADURA RECORRENTE

Esta espécie de ligadura se aplica especialmente à extremidade de um dedo ou de membro que teve que ser amputado. Também se utiliza na cabeça. Passar sobre a extremidade a cobrir uma asa da atadura, voltando para trás para seguir cobrindo a partir de diversos lados, essa parte. Terminar com umas voltas circulares para manter firme a ligadura.

Como aplicar um enfaixamento (atadura)

1) Colocar-se em posição cômoda, geralmente em frente ou a um lado da parte a pensar.

2) Aplicar no sentido do ponteiro de um relógio, salvo se a pessoa é canhota, em cujo caso deverá fazê-lo no sentido inverso.

3) Suster a extremidade da atadura que se começa a pôr, com a mão esquerda, enquanto a direita a fixa com umas duas voltas circulares.

4) Aplicar as voltas com pressão uniforme, começando nos membros, se possível, na parte inferior dos mesmos, mas deixando fora os dedos.

5) Tratar de não provocar movimentos dolorosos da parte ferida, nem dor por excessiva compressão. O curativo que provoca dor é malfeito e perigoso.

6) Ao cruzar parcialmente uma volta de atadura com a seguinte, fazê-lo da maneira uniforme (cobrir de metade a duas terças partes).

7) Para terminar e fixar a atadura, pode escolher-se entre os seguintes procedimentos:

a) Cortar a extremidade da atadura, ao comprido, envolver o curativo e amarrar as duas extremidades.

b) Colocar sobre essa extremidade um alfinete de segurança. Deve ter-se o cuidado de que nem o alfinete nem o nó fiquem sobre o ferimento, nem do lado sobre que o doente se deita, nem sobre uma saliência óssea, nem em outro lugar em que possa incomodar.

c) Fixar a extremidade da ligadura com tiras de esparadrapo. É conveniente, também, utilizar tiras deste material para fixar e dar mais firmeza às diversas partes da ligadura.

 

Para retirar as faixas

Soltar a extremidade da atadura e desenrolá-la, passando-a de uma para a outra mão a fim de evitar que se enrede. Se o retirar a ligadura causa dor, ou ela estiver muito contaminada, é preferível cortá-la do lado oposto ao ferimento. Usar tesoura especial, se houver..



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos