Gripe – Sintomas, Remédios e Como Curar a Doença

Ontem, você se sentia fantástico. Hoje, se sente como se tivesse 100 anos ou talvez mais. A sua cabeça dói, a pele se sente dolorida ao tocá-la, e tem um frio que chega até os ossos e além disso sua cabeça está ardendo. Bem-vindo ao maravilhoso mundo do vírus da gripe.

A gente usa os termos “gripe” ou “resfriado” para descrever qualquer infecção viral das vias respiratórias superiores. Pelo sentido estrito da palavra, a gripe ou resfriado é um agente viral muito característico. Os vírus da gripe ocorrem anualmente e atacam quase que exclusivamente entre os meses de outono e inverno, continua.

E quanto a quem tem gripe, parece que inicialmente começa com as crianças. “Estamos vendo um aumento no nível de ausência nas escolas, e um aumento da quantidade de crianças hospitalizadas com algum tipo de doença respiratória. Na continuação disso, vemos adultos hospitalizados com pneumonia ou com o agravamento de algum problema subjacente do coração e dos pulmões”, explica.

 

Sintomas da Gripe

sintomas-gripe
Não importa a categoria, os sintomas são geralmente os mesmos. Incluem uma febre alta, dor de garganta, tosse seca, dores e mal-estares musculares sérios, fadiga, e perda de apetite.

Algumas pessoas inclusive sentem dor e rigidez nas articulações. Geralmente, o mal-estar, as dores e a febre somente duram de três a cinco dias. No entanto, a fadiga e a tosse podem durar várias semanas.

A mudança das categorias do vírus da gripe, de ano a ano, também dificulta produzir vacinas contra a gripe que sejam 100 por cento efetivas. “Tendemos a fazer vacinas que contém anticorpos para a categoria do ano anterior, o que apresenta um obstáculo real para proteger a pessoa contra a gripe a cada ano.

No entanto, as vacinas contra a gripe alcançam até uns 80% de eficácia quando tomadas antes da temporada da gripe.

Portanto, se você não pode se dar o luxo de ficar doente, uma vacina contra a gripe não é uma má ideia. E se você faz parte do grupo de maior risco a vacina contra a gripe é uma prioridade.

Por outro lado, se você não pode evitar este incansável vírus, pode fazer algumas coisas para aliviar um pouco do mal-estar e para dar a seu organismo a oportunidade de lutar em sua defesa.

Influenza – H1N1

Existem duas categorias importantes do vírus da gripe—influenza A e influenza B —cada categoria muda ligeiramente de ano a ano; portanto, ter sido infectado um ano não garantirá proteção contra a gripe no ano seguinte.

De vez em quando, temos aquilo que chamamos de “epidemia”. Isto é quando vemos um tipo completamente novo do vírus da gripe que está associado com uma taxa muito mais alta de infecção e morte, como o H1N1 no Brasil.

Sintomas da Gripe – Alerta!

Um dos sintomas característicos da gripe é uma febre alta que vai de aproximadamente 39 a 41°C. As dores de cabeça também acompanham quase sempre a gripe, acrescenta. Baixar a febre vai ajudar a evitar a desidratação e vai reduzir os sérios calafrios associados com a febre.

Por outro lado, já que a febre na realidade pode ajudar o seu organismo a lutar contra o micróbio da gripe, você poderia deixar que a febre siga seu curso normal, se puder.

Perigo a Vista…

Os sinais que mostram a hora de ir ao seu médico incluem uma febre alta que dura mais de três dias, uma tosse que persiste ou que piora (especialmente se está associada com dor séria no peito e falta de ar), ou uma incapacidade geral de recuperar-se. Estes sintomas podem indicar uma infecção bacteriana secundária que deve ser tratada com antibióticos receitados pelo médico.

Recomenda-se às pessoas que têm doenças dos pulmões ou do coração que consultem seus médicos ao primeiro indicio da gripe.

Qualquer pessoa que tenha gripe prolongada, deve procurar um médico.

 

gripe-como-curar-remedio

 

Como Curar a Gripe

Abaixo seguem algumas dicas boas para quem está com gripe!

Descanse bastante

Isto é especialmente importante devido à febre alta que acompanha a gripe Isto não deveria ser difícil de fazer considerando que a fadiga é um dos sintomas principais. Você não se sentirá com muita vontade de fazer algo diferente do que estar repousando na cama ou no sofá.

Considere isso como uma boa desculpa para descansar dos problemas diários da vida. E se necessariamente tiver que continuar trabalhando, pelo menos deite-se mais cedo do que de costume e trate de ir ao local de trabalho um pouco mais tarde.

Tome aspirina, acetaminofen, ou ibuprofeno

Os remédios que contém aspirina e ibuprofeno tendem a funcionar melhor contra o mal-estar e as dores, enquanto que o acetaminofen funciona melhor contra a febre.  Mas ambos médicos advertem que as pessoas que tem um histórico clínico de problemas gastrointestinais e/ou doenças de úlceras devem evitar tomar aspirina e ibuprofeno, por que demonstrou-se que estes remédios complicam mais ainda essas condições.

Acrescenta que as pessoas de 21 anos ou menos devem evitar tomar aspirina durante a temporada da gripe, porque a combinação da aspirina e a gripe nas pessoas deste grupo de idade tem sido associada com a síndrome de Reye, uma doença frequentemente fatal que se caracteriza por deteriorar séria e repentinamente as funções cerebrais e hepáticas.

 

Beba água!

Isto, obviamente, não significa bebidas alcoólicas. Mas beber muito de qualquer líquido não alcoólico e descafeinado (a cafeína atua como diurético, o que na realidade aumenta a perda de líquidos) ajuda a mantê-lo hidratado e também vai manter mais líquidas as secreções mucosas que você produz.

agua-para-Desidratacao

Um caldo claro que seja salgado e quente tende a cair bem para a pessoa que tem gripe e está passando por uma perda geral do apetite. Os sucos também são bons para manter o abastecimento de algumas substâncias nutritivas quando você não está comendo outras coisas.

Umidifique sua casa no inverno

Os vírus da gripe sobrevivem melhor quando a umidade está baixa, o que explica por que tendem a aparecer mais durante o inverno, quando usamos calefação artificial para aquecer nossas casas. Umidificar a casa no inverno não somente ajuda a evitar a propagação da gripe, mas também faz você sentir-se melhor. Quando você está realmente doente, um pouco de umidade extra na forma de um umidificador de vapor quente ou de um vaporizador frio faz maravilha.

Acabe com a tosse seca

Para uma tosse seca e cortante que está prejudicando o descanso que você necessita, você pode recorrer a remédios vendidos sem receita. Os remédios para a tosse que contém dextrometorfano são os melhores para a tosse seca.

Estimule uma tosse “produtiva”

Por outro lado, uma tosse que vem com mucosidade se considera como produtiva e não deve ser reprimida com remédios para a tosse. Beber líquidos vai ajudar a trazer a mucosidade de uma tosse produtiva e vai aliviar um pouco a tosse.

 

Você deve se Vacinar Contra a Gripe?

gripe-tratamentos-mitos

Qualquer pessoa que queira reduzir suas probabilidades de adoecer com a gripe deve pensar em vacinar-se contra ela. No entanto, é especialmente importante para os seguintes grupos de indivíduos que se vacinem contra a gripe.

As pessoas com doenças cardíacas e pulmonares crônicas. O vírus da gripe pode agravar estas condições até o ponto de causar complicações sérias e inclusive a morte.

As pessoas de mais de 65 anos, especialmente se vivem em um asilo ou em uma clínica de cuidados permanentes. Os vírus se propagam mais rápido nesses lugares. E mais, o vírus ataca os já debilitados sistemas imunológicos das pessoas idosas, o que lhes pode causar pneumonia e mesmo a morte.

Curiosidades sobre a Gripe

  • As pessoas com outras doenças crônicas, tais como asma, diabete, doenças renais, ou câncer. Sempre que o organismo esteja lutando contra uma doença, adoecer com outra pode causar problemas sérios.
  • As crianças que tomam regularmente aspirina para problemas como artrite crônica. Repetimos. A síndrome de Reye pode ser provocado pelo vírus da gripe em crianças que estão mantendo uma terapia com aspirina.
  • Os profissionais da saúde. Mesmo que contagiar-se com a gripe tal vez não possa colocar em grave perigo estas pessoas, pode ser mortal para os pacientes que eles estão tratando.
  • As mulheres grávidas que pertençam a alguns dos grupos de altos riscos mencionados. A vacina deve ser tomada depois do primeiro trimestre da gravidez para evitar a possibilidade de prejudicar o feto.

Mitos sobre a Gripe

Apesar de existir evidências que indicam o contrário, há alguns mitos sobre a gripe que ainda persistem. Um dos mitos tem a ver com o que as pessoas frequentemente se referem como sendo a “gripe de 24 horas”. Esta é uma doença que se caracteriza pelo início repentino de vômitos e diarreia, acompanhados por uma sensação geral de mal-estar.

Pode ser muito intensa nas primeiras horas, mas tende a desaparecer completamente depois de 24 horas. Mesmo que na realidade esta doença é causada por um agente virai, não é causada pelo vírus da gripe, e portanto, decididamente não é uma forma de gripe. O termo correto para este tipo de mal é “gastroenterite”, que indica uma infecção do sistema gastrointestinal.

Outro mito comum sobre a gripe é de que no frio somos mais suscetíveis a ela (o mesmo em relação ao resfriado comum). Vários estudos cientificas realizados em seres humanos tem demostrado que os que são expostos a temperaturas extremas por várias horas não vão adoecer mais que os que se mantém protegidos e secos.

O mito se tem afirmado por que um dos primeiros sintomas da gripe é calafrios sérios, o que leva a pessoa a acreditar que de alguma maneira “se esfriaram” e isso causa a gripe.

Outro mito é a crença de que usar remédios para manter baixa a febre ajuda a nos curar da gripe. “Estudos experimentais sobre a gripe em animais indicam que a maior parte do vírus se excreta em um período de tempo maior quando baixa a temperatura corporal com remédios. Assim, mesmo que esses tratamentos possam fazer com que nos sintamos melhor, não necessariamente ajudam a acabar com o vírus.

 

Foto: Getty Images

 



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos