O que é Hipertensão? Sintomas e Tratamentos

A hipertensão ou pressão alta é comum em 20% da população brasileira. Isso é chamado de pressão arterial sistólica, cujo valor normal é 120 mmHg (milímetro de mercúrio). Uma pressão arterial sistólica de 140 ou mais é considerada hipertensão.

Sintomas da Hipertensão

Os sintomas clássicos da pressão alta são: dor de cabeça, insônia, palpitações, cansaço, indisposição e tontura

Rotinas para abaixar seu nível de hipertensão

É necessário acompanhamento médico e, se necessário, ele irá recomendar remédios, dietas e rotinas. Abaixo apresentamos alguns tratamentos clássicos de rotinas diárias que você pode agregar em sua vida.

Adquira o gosto por comidas com menos sal

Não há dúvida de que o sal na dieta tem uma relação com a pressão arterial. Nós os americanos consumimos muito mais sal do que necessitamos. Nós estamos acostumados ao sabor. No entanto, a verdade é que o sentir o gosto é adaptável. A pessoa que reduziu o sal em sua dieta, depois de um tempo sente o sabor do salgado mesmo em alguma alimento que tenha um nível muito menor de sal. O americano, em média, consome de oito a dez gramas de sal por dia.

publicidade

No entanto, os estudos tem demostrado que ao reduzir em um terço essa quantidade de sal, a pressão arterial pode ser reduzida significativamente, diz. O ideal é que pessoa reduza para seis gramas por dia, como uma meta de curto prazo, e perto de quatro gramas e meio como uma meta de longo prazo.

Leia as etiquetas

Como se pode saber a quantidade de sal que se está consumindo? Quanto ao sal de mesa, uma colherada contém um pouco mais de duas gramas—quase a metade da quantidade diária recomendada. Além do mais, o adulto americano, em média, consome entre uma e meia a duas colheradas adicionais de sal sem saber.

Essas fontes de sal estão nas comidas congeladas, nas verduras enlatadas, e mesmo nos remédios antiácidos. Para evitar este sal adicional, leia as etiquetas. Muitas etiquetas indicam a quantidade de sódio em mg (1.000 mg equivalem a uma grama). Para calcular a quantidade de cloreto de sódio, ou seja, sal, multiplique por 2,5 a quantidade de sódio.

Diga não à segunda rodada

Limitar o consumo de álcool a um trago (45 ml de licor forte, 120 ml de vinho, ou 360 ml de cerveja) por dia não parece aumentar o risco de pressão arterial alta; mas consumir de dois a três tragos por dia está associado a um risco elevado de hipertensão.

hipertensão
imagem: uol

 

Coma uma banana

Uma substância (que não é um remédio receitado) que se tem comprovado que reduz a pressão arterial é o potássio. No entanto, pode ser difícil aumentar suficientemente seu consumo de potássio para baixar a pressão arterial. Mesmo que alguns suplementos possam ajudar, estes não são recomendados sem a permissão de um médico, já que podem ser perigosos em algumas pessoas com certas doenças. A pessoa em média necessita de três a quatro porções de frutas e verduras ricas em potássio por dia. Sua pressão arterial melhoraria de forma notável se pudesse duplicar esse número de porções.

Um pouco mais pode ser melhor e muito mais pode ser muito melhor. Os alimentos com alto conteúdo de potássio incluem as bananas, as uvas passas, as groselhas, o leite, o iogurte, e o suco de laranja.

publicidade

Tome seu leite. Alguns estudos tem demostrado que o cálcio adicional agregado à dieta pode ter um pequeno efeito na pressão arterial.

Adicione óleos polissaturados à sua dieta

A maioria das pessoas sabem que substituindo os óleos saturados de suas dietas por óleos polissaturados, elas podem reduzir o nível de colesterol de seu sangue. No entanto, o que a maioria das pessoas não sabe é que os polissaturados também podem reduzir a pressão arterial. Trocar os óleos de canola e girassol para cozinhar pode reduzir sua pressão arterial em dez pontos.

Deixe de fumar

Fumar é a proibição número um para os hipertensos. A nicotina da fumaça não somente faz com que a pressão arterial aumente, mas também aumenta dramaticamente seu risco de derrame cerebral. Fumar pode engrossar o sangue e deixá-lo mais propenso à formação de coágulos.

Os coágulos no sangue das artérias que vão ao coração podem causar um ataque cardíaco, e os coágulos nas artérias que vão ao cérebro podem causar um derrame cerebral. A boa notícia é que se você deixa de fumar agora, recebe um benefício imediato. Dois anos após ter deixado de fumar, seus riscos de ter uma doença na artéria coronária baixaram ao mesmo nível de alguém que nunca havia fumado, pode levar muito mais tempo para que uma pessoa baixe o seu risco de contrair câncer pulmonar até este nível. Seu médico pode ser uma grande fonte de ajuda para que você deixe de fumar. Ele pode lhe receitar gomas de mascar com nicotina ou ataduras para a pele para reduzir o mal-estar causado pelo abandono do fumo. Procure grupos para parar de fumar, como o Eu Fumo.

Aprenda a relaxar

Muitas pessoas não entendem bem o termo hipertensão, e acreditam que é uma condição em que o paciente está excessivamente tenso. Isso não é certo. O termo se define unicamente com respeito aos níveis de pressão arterial. No entanto, muitos hipertensos são os exemplos característicos do “Tipo A” de personalidade—agressivos, dedicados ao trabalho, hostis, frustrados, ou nervosos.

Para estas pessoas, algumas formas de relaxamento, seja a oração, yoga, bioretro alimentação, ou simplesmente descansar, pode ser um componente importante do tratamento. A pessoa necessita reconhecer as características de sua personalidade e fazer tudo o que puder para mudar. Algumas pessoas que de forma crônica estão tensas demais liberam uma grande quantidade de adrenalina em seu sistema. Essa corrente de hormônios pode contrair as arteríolas (vasos sanguíneos minúsculos), causando-lhes um espasmo. E para o coração é difícil empurrar o sangue para as arteríolas comprimidas. O efeito disso? Pressão arterial mais alta.

publicidade

Sintomas de um Derrame Cerebral

Se você está sentindo alguns dos seguintes sintomas de derrame cerebral, chame seu médico ou uma ambulância imediatamente. Esperar muito tempo ou não reconhecer os sinais pode ser a diferença entre a vida e a morte. Se você sente alguns desses sintomas e sente-se melhor em 24 horas, pode ter tido um Ataque Isquêmico Transitório, o AIT. Um AIT é um sinal de advertência de que um ataque maior está a caminho. Repetimos—chame seu médico imediatamente.

  • Fraqueza ou dormência repentina do rosto, ou braço, ou de uma das pernas de seu corpo
  • Fraqueza ou perda repentina da vista, particularmente de um olho só
  • Perda da fala, ou problemas para falar ou entender a palavra falada
  • Dores de cabeça intensas e repentinas sem causa aparente
  • Tonturas, falta de equilíbrio, ou quedas repentinas, tudo isso sem causa aparente, especialmente se acompanhados de algum dos sintomas anteriores.

A Gravidez e a Hipertensão

Se diagnosticaram pressão arterial alta em você e você engravidou, há necessidade de ir ao seu médico o mais rápido possível para discutir as formas de controlar sua condição durante a gravidez.

Durante a gravidez, o volume de seu sangue se triplica, o que provoca uma grande pressão adicional no coração. Pode ser que devido a este aumento no volume de sangue, muitas mulheres que nunca haviam tido problemas com pressão arterial alta tornem-se hipertensas, uma condição que se chama de hipertensão induzida pela gravidez.

Os problemas da hipertensão durante a gravidez são de dois tipos: primeiro, a condição é extremamente perigosa, cria um risco de derrame cerebral, pré-eclâmpsia (uma condição que causa aumento repentino de peso, retenção extrema de água, visão turva, e outros sintomas), aborto, partos prematuros, e nascimentos com peso baixo. Segundo, a pressão arterial pode ser difícil de ser controlada sem remédios, e muitos medicamentos podem ser perigosos para o feto em desenvolvimento.

No entanto, vários estudos tem demostrado que o cálcio adicional tem um efeito definitivo na redução da pressão arterial das mulheres grávidas.

publicidade