Osteoporose – Prevenção, Tratamento e Alimentos

Algumas vezes pode parecer uma batalha perdida. Somos responsáveis por dar ao corpo todo o cálcio que ele necessita. Quando não o fazemos, o corpo pega o mineral para a formação dos ossos das mesmas reservas dos ossos, o que leva à desintegração da estrutura óssea. A osteoporose, ou ossos porosos, afeta muito mais as mulheres do que os homens.

Há uma quantidade de razões para que isto se suceda assim. Depois da puberdade, os homens têm mais osso em mais partes que as mulheres. Portanto, no que diz respeito ao máximo de massa óssea, os homens levam vantagem. Além disso, tanto os homens quanto as mulheres começam a perder massa óssea quando envelhecem, e esta perda se acelera nas mulheres durante a menopausa, quando os níveis de estrógeno baixam.

A perda de ossos nas mulheres eventualmente se estabiliza a um por cento ao ano. Os homens começam a perder massa óssea aproximadamente na idade de 45 ou 50 anos, diz ele, mas só perdem ao redor de meio por cento ao ano. O porque dos homens perderem menos osso não está claro.

Prevenção e Tratamento para Osteoporose

ossos-osteoporose

 

A melhor prevenção é a seguinte: fortalecer os ossos agora para evitar fraturas e outras complicações mais tarde. Veja como ganhar a guerra contra a quebra dos ossos.

publicidade

Exercícios

Levantar pesos é uma boa maneira não somente para desenvolver os músculos, mas também para desenvolver os ossos. Estimula e ativa as novas células ósseas. No entanto, antes de começar qualquer programa de levantamento de pesos, consulte seu médico. Em geral, comece sempre com os pesos mais leves e avance aos mais pesados à medida que se sinta mais forte.

Use força para deixar mais resistentes seus ossos

O esqueleto é sensível a pressão mecânica. A pressão mecânica é a quantidade de força que você usa contra seu esqueleto, e certas atividades que usam o próprio peso do corpo como uma força contra a força da gravidade são as melhores maneiras de “recarregar”. O resultado é: aumento na produção de células ósseas. Você pode ver na realidade os resultados de recarregar-se no desenvolvimento significativo dos braços que têm os jogadores de tênis e de beisebol.

O exercício é uma das coisas mais positivas que as mulheres podem fazer para combater a osteoporose. Ainda que correr é um dos melhores exercícios para desenvolver os ossos, algumas pessoas acham que é muito puxado para as articulações. Caminhar, além de exigir menos pressão do corpo, é algo que qualquer pessoa pode fazer em qualquer parte, sem usar caros equipamentos. O movimento ao caminhar ajuda o corpo inteiro. Por outro lado há atividades de menor impacto, como nadar e andar de bicicleta: Estas também são benéfica.

publicidade

Não importa qual exercício você escolha, recomenda-se que faça por uma hora ao dia, três vezes por semana, para obter os melhores resultados. Existe uma ironia no fato de que os que fazem exercício de forma exaustiva, como os atletas profissionais, podem sofrer de desnutrição. Isso pode levar a uma diminuição da absorção de cálcio. Nas mulheres, também pode levar a amenorreia, ou seja ausência do ciclo menstrual, o que as deixa com maiores riscos de osteoporose.

Mantenha um peso saudável

Se você está com pouco peso (digamos, mais de dez por cento abaixo do peso médio da sua idade e sua estatura), tem maiores riscos de ter uma deficiência de cálcio ou de outras vitaminas e minerais importantes, o que pode afetar a saúde de seus ossos. Se você está acima do peso, poderá ter ossos mais fortes que os de uma pessoa mais magra; no entanto, você também pode ser menos ativo e menos disposto a seguir uma rotina de exercício, o que também é importante para manter os seus ossos saudáveis.

Comece a tomar leite de novo

Sua mãe tem razão quando o fazia beber leite em cada refeição. Além do seu conteúdo de cálcio, o leite está fortalecido com vitamina D, e a vitamina D facilita a absorção do cálcio.

Sol é o inimigo da osteoporose

Os raios de sol ativam a vitamina D do corpo. Há estudos que indicam que as mulheres no norte da Europa e na Inglaterra, por exemplo, aonde o clima pode ser frio e nublado com maior frequência, têm uma taxa mais alta de osteoporose que as mulheres de climas mais quentes e de mais sol. No entanto, isto não significa que você tem que sair e se cozinhar no sol. Quinze minutos de exposição ao sol em suas mãos, nos braços e no rosto todos os dias é o que você necessita e por outro lado não é suficiente para aumentar seus riscos de câncer da pele (Os filtros solares bloqueiam os raios de luz responsáveis de ativar a vitamina D).

Por outro lado, se você tem maiores riscos de câncer de pele (por exemplo, porque sua pele é clara), o melhor que pode fazer é proteger sua pele dos raios solares e dê maior ênfase às fontes dietéticas de vitamina D, como o leite fortalecido.

Alimentos bons para Osteoporose

osteoporose

 

 

Feijão: Os comuns encabeçam a lista, e para os aventureiros, o tofu (queijo de soja) tem um alto teor de cálcio e de proteínas.

Brócoli: Esta é outra boa razão para mastigar alguns talos desta verdura—preferivelmente cru.

Nozes: As avelãs, as nozes do Brasil, e as amêndoas são as melhores.

Frutas: Os figos e as ameixas secas têm alto teor de cálcio.

Verduras de folhas: A alface romana, e as folhas de couve, são as melhores. A exceção é o espinafre. O cálcio do espinafre não é facilmente assimilado pelo corpo.

Salmão e sardinhas: O salmão também é uma boa fonte de vitamina D.

Para as pessoas intolerantes à lactose: No mercado há mais e mais produtos lácteos elaborados com ácido lácteo fácil de digerir. Também podem ser encontrados tabletes de ácido lácteo. E você não deverá ter problemas com estes dois produtos lácteos:

Iogurte: A lactose, o açúcar, no iogurte, já está diluído, e por isso seu sistema digestivo não terá que fazê-lo. Substitua com iogurte o creme ácido das receitas de cozinha.

Queijos duros: A lactose se transforma durante o processo de amadurecimento.

 

Como Obter Cálcio Sem Beber Leite

Por uma variedade de razões algumas pessoas não consomem suficientes produtos lácteos todos os dias para que possam obter suficiente cálcio. As pessoas que estão de dieta, por exemplo, geralmente evitam o alto teor de gordura dos produtos lácteos. Algumas pessoas simplesmente não gostam do sabor do leite e dos produtos lácteos. Outras pessoas não toleram lactose, o que significa que seu corpo tem problemas para digerir os alimentos lácteos (Ver INTOLERÂNCIA A LACTOSE).

Estão estas pessoas destinadas a uma vida de ossos quebrados? Não necessariamente. Há muitas outras fontes de cálcio para a dieta. Para obter uma maior parte de cálcio, coma alimentos crus; quando os alimentos são cozidos, o cálcio se evapora na água do cozimento. Aqui estão algumas alternativas dos produtos lácteos, também com alto conteúdo de cálcio: Suco de laranja: Isto é, as variedades fortificadas com cálcio. Esta é uma alternativa excelente para as pessoas que simplesmente não gostam de leite, já que está constituído com a mesma quantidade.

publicidade

Be the first to comment

Leave a Reply