Síndrome das Pernas inquietas – Tratamentos Caseiros

É bastante difícil quando você não consegue dormir e fica E somente deitado, olhando para o teto. Mas as pessoas que sofrem da síndrome das pernas inquietas não estão somente deitadas. Surge uma necessidade incontrolável de mover as pernas. Suas pernas realmente se contraem e se sacodem violentamente, enquanto experimentam uma sensação de que algo incontrolável se move debaixo de sua pele. Como resultado disso, a síndrome das pernas inquietas pode originar problemas associados à falta de sono, como ansiedade e depressão.

Os pesquisadores dizem que esta é uma afecção que está ainda rodeada de muitos mistérios. Mesmo parecendo existir conexões com outras condições—como problemas cardíacos, pulmonares e renais; problemas da circulação; e artrite—o agente responsável algumas vezes parece ser tão básico como o consumo excessivo de cafeína ou muito pouco exercício.

 

Tratamentos para síndrome das pernas inquietas

Os seguintes remédios caseiros foram desenvolvidos para ajudar a combater este problema. No entanto, se você descobre que suas pernas ainda se contraem, então é hora de solicitar uma avaliação médica.

Levante-se e caminhe. Caminhar um pouco talvez seja a única coisa que ajuda. Uma caminhada à meia-noite no interior da casa pode acalmar o suficiente as suas pernas para mantê-las quietas e poder voltar a se deitar.

publicidade

Revise seu consumo de cafeína. Você está consumindo cafeína demais ou qualquer outra tipo de estimulante que poderia interferir no seu sono e lhe estimular o corpo?. O café, o chá, o chocolate, os refrigerantes, e inclusive alguns remédios vendidos sem receita podem conter cafeína. Tente reduzir seu consumo de alimentos e remédios que contenham cafeína (ou substitua-os com variedades sem cafeína) para ver se sua condição melhora.

 

Modifique seus remédios. Alguns remédios vendidos sem receita contêm estimulantes suaves. Esses remédios podem interferir no sono e piorar as pernas inquietas. Alguns exemplos são os remédios para o resfriado e as pastilhas para a alergia. Pergunte a seu farmacêutico se algum dos remédios que está tomando contêm estimulantes.

sindrome-das-pernas-inquietas

Tome um banho. Podem existir muitos tipos de síndromes de pernas inquietas, mas o tipo que está relacionado com problemas circulatórios provavelmente pode melhorar com um banho. Você poderia tomar um banho quente por volta de uma hora antes de se deitar.

publicidade

Mude sua temperatura. Uma mudança de quente para frio, ou de frio para quente, pode ser benéfico. Experimente usar uma bolsa de aquecimento ou uma compressa quente nas pernas por um pequeno tempo. Se isso não funcionar, envolva as pernas com uma toalha fria, ou coloque os pés em água fria.

Adicione ferro em sua dieta. Há algumas indicações de que uma deficiência de ferro pode contribuir com a síndrome das pernas inquietas. Tente comer mais alimentos com alto teor de ferro, como carnes vermelhas magras, carne escura de aves, espinafre, e feijões (como os feijões comuns e os de lima).

Adquira um hábito na hora de se deitar. Entre em uma rotina regular que ajude sua mente e seu corpo a se prepararem para se deitar. Algumas pessoas se ajudam a pegar no sono quando criam um hábito, como tomar um copo de leite antes de se deitar, ou dão alguma indicação noturna ao organismo de que é hora de ir para a cama.

Siga um horário. Deitar-se aproximadamente à mesma hora todas as noites e permitir-se uma noite completa de sono pode ajudar a evitar a fadiga que pode ser um fator que contribui com a síndrome das pernas inquietas.

Tome um comprimido de Benadryl. Alguns pacientes podem combater suas pernas inquietas tomando uma ou duas pastilhas de Benadryl antes de se deitar. Benadryl é um anti-histamínico que tem um efeito sedativo.

Alivie sua tensão. A tensão emocional pode não ser a causa da síndrome das pernas inquietas, mas a tensão, ou a ansiedade, ou a falta de sono podem agravá-la. Tente eliminar um pouco da tensão de sua vida. O exercício de forma regular, e uma dieta e hábitos de saúde prudentes podem ajudar.

Faça exercício com suas pernas. O que eu digo a meus pacientes é que devem tentar pelo menos 20 ou 30 minutos de exercícios intensos para as pernas, como andar de bicicleta ou caminhar rápido.

Estique as pernas. Façam os mesmos exercícios de alongamento que os corredores antes de iniciar uma corrida. Mas pede que os façam antes de se deitarem. A melhor maneira de fazer isto é parar a aproximadamente 0,9 metros da parede e apoiar-se nela.

Use meias para dormir. Muitas pessoas que sofrem da síndrome das pernas inquietas parece que também tem frio nos pés. Mesmo que ninguém tenha estudado essa conexão, não faz nenhum mal que se cubram os pés antes de se deitar.

 

Pernas Inquietas: A Quem Chamar?

Os médicos com alguma experiência na síndrome das pernas inquietas são de várias especialidades médicas. Mesmo que a neurologia pareça ser a categoria lógica para esta misteriosa condição, que foi identificada pela primeira vez faz uns 50 anos, alguns dos estudos mais informativos sobre esta síndrome foram realizados por médicos que se depararam com a doença quando estavam tratando doenças que pareciam não ter nenhuma relação.

Não há muita experiência científica na síndrome das pernas inquietas. Então, aonde pode-se conseguir ajuda quando os remédios caseiros falharem? Peça a seu médico que lhe indique um especialista em distúrbios do sono ou uma das centenas de clínicas especializadas nesses distúrbios.

publicidade

Be the first to comment

Leave a Reply