A importância de Praticar Esportes para a Saúde e Corpo

O esporte é o melhor remédio, e além de tudo agradável, para o nosso modo de vida sedentário, responsável por doenças tão numerosas e tão graves como os distúrbios cardio-vasculares ou a obesidade. A importância de Praticar Esportes se dá tanto no âmbito dos benefícios da Saúde do corpo, como da Cabeça (evitando o stress, por exemplo).

Praticado com discernimento, é um excelente meio de conservar o corpo em bom estado e também o psiquismo. A atividade física permite queimar o excesso de calorias (e, por conseqüência, evitar o recurso a regimes severos e desequilibrados para manter a linha), aumentar a capacidade de respiração pulmonar, favorecer as trocas e a eliminação das toxinas, ampliar a resistência cardíaca e melhorar a qualidade do sangue.

Isto posto, devemos dizer que o esporte e sua prática nunca irão lhe dar a forma fisica, mas apenas permitirão mantê-la. É por isso que é preciso insistir na necessidade de um treinamento progressivo para o esforço, na necessidade de um exercício muscular que prepare os músculos e o esqueleto para performances que se aperfeiçoem dia a dia.

importancia-pratica-esporte

Sedento de movimento e influenciado pelo espetáculo das competições esportivas, o homem da cidade obriga seu organismo a verdadeiros traumatismos! Sim, ao esforço, porém dosado, preparado, regular. Não ao fogo de palha de uma semana, extenuante, praticado sem levar em conta o bom senso, e gerador de dores e de fadiga.

Pratica de Esportes como Terapia

Alguns esportes apresentam, de fato, um verdadeiro interesse terapêutico, enquanto todos eles intervêm de um modo importante na prevenção de doenças. Os esportes ao ar livre, praticados à luz do dia e sob o sol, são recomendados aos anêmicos e aos fatigados; a bicicleta, a marcha e a natação são recomendados aos cardíacos, aos reumáticos, aos obesos. É por esse motivo que, no dicionário por doenças, encontraremos também uma receita esportiva adaptada às afecções que podem ser tratadas pela ergoterapia.

 

A Caminhada (marcha)

Este exercício natural ao homem e à sua harmonia é a vitima da civilização motorizada. E eis que aquilo que deveria ser da ordem do cotidiano, é agora considerado como parte do lazer, do esporte, quando não se transforma numa obrigação terapêutica!

publicidade

Será, contudo, necessário lembrar os benefícios indispensáveis que a marcha a pé exerce sobre a saúde? Ela faz trabalharem todos os músculos do corpo e principalmente os dos membros inferiores, que são os mais importantes. Trata-se de um exercício que pode ser praticado por todos sem restrições, pois é fácil adaptá-lo â capacidade fisica e desenvolvê-lo gradualmente através de um treinamento racional.

Em certos casos, a marcha possui qualidades terapêuticas indispensáveis: é um tratamento para os cardíacos, para os obesos e para as pessoas que sofrem de varizes. Tonifica o corpo, torna as articulações mais flexíveis, aumenta a combustão de oxigênio, purifica o sangue, melhora a circulação, torna os tecidos mais sadios. Uma marcha diária é uma verdadeira cura de desintoxicação, permitindo a eliminação das impurezas do artritismo, da gota, da celulite… É também indicada em caso de dispepsia, pois beneficia a digestão, combate a constipação, reforçando a faixa abdominal.

A natação

É, incontestavelmente, um dos melhores exercícios existentes, quase sempre considerado como um esporte completo. Além dos efeitos atribui-dos à água, ao sol e ao ar livre (efeitos estes tratados nos capítulos: talassoterapia e balneoterapia), este esporte aquático tem os que lhe são próprios: desenvolvimento da função respiratória, das trocas metabólicas, fortalecimento do coração, ativação da circulação sanguínea, modelagem da estática vertebral.

Além disso, é um excelente sedativo que proporciona uma sensação de bem-estar e predispõe ao sono.

publicidade

 

Benefícios dos Esportes para os Músculos

Assim sendo, relacionamos aqui, resumidamente, os músculos desenvolvidos pelos diferentes esportes:

publicidade

Basquete: bom desenvolvimento geral, músculos extensores longos e fortes.
Remo: fortalecimento do tórax, musculatura harmoniosa.
Boxe: desenvolvimento geral, principalmente dos músculos extensores. Corrida: fortalecimento respiratório e cardíaco, desenvolvimento dos músculos dos membros inferiores.
Ciclismo: membros inferiores muito musculosos.
Natação: fortalecimento do tórax, desenvolvimento de toda a musculatura ligeiramente envolvida.
Peso e haltere: desenvolvimento de toda a musculatura ligeiramente envolvida.
Rúgbi: fortalecimento de todo o organismo.

Esportes e as indicações médicas

Embora seja grande a importância de Praticar Esportes para a Saúde, Existem inúmeras contra-indicações para a prática de certos esportes. Antes de iniciar um exercício físico, e também para que só se colham seus efeitos benéficos, é útil consultar um médico para saber quais afecções podem ser acentuadas pelo esporte, e para que ele prescreva as precauções a serem observadas.

Se existem contra-indicações ao esporte, existem também indicações médicas que consideram certos tipos de exercício como preciosos auxiliares terapêuticos.

Os esportes praticados na natureza são utilizados para prevenir e curar distúrbios nervosos. Os esportes de equipe são um excelente meio de reeducação psíquica e de desenvolvimento dos adolescentes. A corrida, o salto, o basquete permitem prevenir as deformações vertebrais. O ciclismo e a natação são utilizados para a reeducação necessária após um traumatismo.

 

Leia também:

Benefícios da Atividade Física – Vale a pena fazer?

publicidade

Benefícios da Ginástica – Faz bem para a Saúde e para o Corpo?

Almoço Saudável – Cardápios para um almoço cheio de Saúde


Leia Também: