O que Evitar na Gravidez – 5 Dicas para ter uma Gravidez Tranquila

Se você está pensando em engravidar, ou se já está grávida, você provavelmente já conhece um dos conceitos básicos que deve seguir. Mas, nessa fase da vida, um maior número de informações nunca é demais. Confira nesse artigo alguma dicas do que evitar na gravidez.

O-que-Evitar-na-Gravidez
O que Evitar na Gravidez
?

Banhos

Os banhos mornos de higiene são os mais indicados, os quais podem terminar com uma curta aplicação de frio. Durante os últimos três meses devem evitar na gravidez os banhos de banheira, preferindo-se os banhos de chuveiro ou ducha.

Devem evitar-se os banhos muito quentes e os banhos de assento quen­tes. Em geral é preferível evitar os banhos de mar.

Não serão feitas irrigações vaginais, especialmente nos últimos três meses da gravidez, salvo por indicação médica.

Exercício e Trabalho

Também, deve-se evitar na gravidez exercícios e tra­balhos violentos, levantar objetos pesados, subir e descer escadas com rapidez, saltar, correr, etc. Entre os exercícios desaconselhados estão o tênis, o golfe, a equitação e o ciclismo.

Ao contrário, são proveitosos o caminhar ao ar livre, a ginástica adequada e o trabalho leve. É aconse­lhável que uma operária ou empregada abandone seu trabalho habitual, seis semanas antes do parto e cinco semanas depois. A habitação da gestante deve ter abundância de ar puro.

Viagens

Se há de ser prejudicial ou não uma viagem depende de muitos fatores: a tendência ou não da gestante para o aborto ou parto prematuro, o tempo que demorará a viagem, a época da gravidez em que a viagem for efetuada, o estado das estradas, a espécie de veículo, etc. Não devem viajar as predispostas para o aborto.

A data da viagem deve estar distanciada do período em que teria aparecido a menstruação, em caso de não haver gravidez. Se as estradas são boas e se toma cuidado para que o veículo não salte, e se escolha a data conveniente, podem fa­zer-se as viagens mais indispensáveis.

Às vezes o médico verifica ser ne­cessário indicar alguma coisa para evitar as contrações do útero fora de tempo. A viagem em estrada de ferro e em vapor deverá fazer-se na for­ma mais cômoda e, se necessária, a gestante fá-la-á deitada.

O Fumo e o Álcool

Devem evitar-se sistematicamente estes tóxicos, e cabe assinalar seu desastroso efeito sobre o feto e a gestante. Observa-se aceleração do pulso do feto quando a gestante fuma.

O álcool e o fumo são, juntamente com a sífilis, as três principais causas de nasci­mento de crianças com estigmas de degeneração. São desaconselháveis, também, o chá e o café.

Relações Sexuais Durante a Gravidez

Este é outro assunto muito controverso: Devem permitir-se as relações sexuais durante a gravidez?

Respondemos: Não, quando há tendência para aborto ou a mulher perde o desejo sexual durante a gravidez.

O maior perigo durante os três primeiros meses é que provoquem um aborto, especialmente se a relação sexual ocorre nos dias que corresponderiam à menstruação. Nos últimos dois ou três meses, o perigo reside nos germes que podem levar à vagina as relações sexuais.

Em resumo: Durante os três primeiros meses, é preferível evitar na gravidez relação sexual, especialmente nos dias em que a mulher estaria menstruada. Durante os últimos dois ou três meses, devem proscre­ver-se inteiramente, para evitar infecções. No resto do tempo serão pouco frequentes e suaves.

Gravidez Tranquila

É desejável que a gestante durma de oito a dez ho­ras por noite. Depois do almoço fará uma sesta de uma hora. Se não pode dormir, igualmente é conveniente que fique deitada por esse lapso de tempo.

Se a cama é demasiado macia, pode provocar desvios da coluna vertebral e produzir dores Aconselha-se não dormir sempre na mesma posição, mas às vezes de um lado e outras de outro, para evitar que o útero se desvie e o feto fique sempre em uma determinada posição.

 



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos