Por que os Bebês Adoecem? Imunidade Infantil e Dicas de Saúde

por-que-os-bebes-adoecem-imunidade-infantil-e-dicas-de-saude

Tem-se observado que quanto maiores são os cuidados e a higiene com que se atende à criança, tanto menor é a proporção das que adoecem e morrem.

Em realidade, a proporção das crianças que morrem em cada país poderia servir de índice bastante exato do grau de civilização ali alcançado. Descubra neste artigo Por que os Bebês Adoecem? E como aumentar a Imunidade Infantil.

Por que os bebês Adoecem?

  1. Causas alimentares;
  2. causas infecciosas;
  3. herança;
  4. debilidade congênita;
  5. higiene defeituosa.

Mencioná-las minunciosamente, estudando-lhes de maneira mais ou menos particular nos tópicos a seguir.

CAUSAS ALIMENTARES.

São o grupo de causas mais importantes. Com  muita frequência o lactente enferma ou morre por ser-lhe dada alimentação inadequada, quer em qualidade quer em quantidade.

A criança com alimentação natural suficiente (leite da mãe), não costuma apresentar transtornos nutritivos e digestivos sérios, além de gozar de maior resistência contra certo número de infecções.

Ao contrário, o lactente alimentado artificialmente, especialmente nos primeiros meses e no verão, está predisposto para sérios transtornos nutritivos e digestivos.

CAUSAS INFECCIOSAS

As infecções seguem em freqüência as causas alimentares como originadoras de enfermidades na criança. Felizmente, por meio de diversas vacinas e outras medidas profiláticas, muitas enfermidades infecciosas podem evitar-se.

Outras saram com maior facilidade que antes, com os novos meios de que dispõe atualmente a Medicina, tais como as sulfas e os antibióticos (penicilina, estreptomicina, eritromicina, cloromicetina, terramicina, etc.).

Cabe assinalar, por ser amiúde muito grave na criança pequena, a tuberculose. A infecção do lactente pode situar-se também em seu aparelho urinário (pielite), ou no tubo digestivo (enterocolite).

HERANÇA

Às vezes a criança herda a mesma enfermidade dos pais, e outras, uma afecção diversa, mas consequente a uma enfermidade ou intoxicação do pai ou da mãe. Como exemplo do primeiro, podem citar-se algumas enfermidades do sistema nervoso, felizmente pouco frequentes.

Como exemplo do segundo, mencionaremos o alcoolismo crônico ou agudo de qualquer dos progenitores, que pode provocar no filho afecções diversas, tais como: epilepsia, debilidade mental, imbecilidade, idiotia, parto prematuro, debilidade congênita, etc.

Outra das enfermidades transmitidas por herança é a hemofilia, que ataca quase exclusivamente o sexo masculino e é transmitida pelo feminino.

DEBILIDADE CONGÊNITA

Débil congênita é a criança que nasceu com vitalidade reduzida. Pode ser ou não criança nascida prematuramente. Estas crianças muito facilmente contraem infecções, tanto mais graves quanto produzam nelas muito pouco sintomas.

HIGIENE DEFEITUOSA

Na criança que vive sem os devidos cuidados de higiene ou, por viver em casa anti-higiênica, carece de ar puro, luz e Sol, ou na em que há frio ou calor excessivo, é presa fácil de enfermidades, tais como raquitismo, transtornos digestivos, das vias respiratórias, etc.

Fonte:

1, 2

Imagem: mildicasdemae.com.br



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos