Sinais de Gravidez: Quanto tempo aparecem?

sinais-de-gravidez-da-mulher

 

Os sinais de gravidez podem dividir-se, segundo seu valor, em sinais de presunção, de probabilidade e de certeza.

 

Tradicionais sinais de gravidez

  • Transtornos digestivos, tais como náuseas, vômitos, tendência pa­ra a constipação, inapetência, intolerância a certos cheiros, salivação excessiva, apetite caprichoso;
  • Transtornos nervosos: tonturas, modificação do caráter, etc;
  • Desejo freqüente de urinar;
  • Aumento do tamanho do abdome, manchas na face, etc;

Qualquer destes sinais pode dever-se a muitas outras causas, pelo que têm pouco valor se não estiverem associados com sinais de maior probabilidade. Os vômitos da gravidez podem aparecer na quinta ou sexta semana, cessando habitualmente no terceiro ou quarto mês. São mais acentuados pela manhã ao levantar. Com frequência faltam com­pletamente estes sinais de presunção.

Grandes chances de gravidez….

Falta de menstruação pode ser sinal de gravidez:

Este sinal tem valor quando se produz na mulher que sempre teve sua menstruação com regularidade. Não obs­tante, pode dever-se a outras causas. Por outra parte há raros casos em que durante o primeiro ou segundo mês da gravidez pode aparecer a menstruação, embora em quantidade escassa. Há casos em que o te­mor à gravidez causa a falta de menstruação;

Aumento de tamanho das glândulas mamárias:

Observa-se bas­tante logo depois da gravidez que as mamas se tornam maiores e tensas, sentindo a mulher, às vezes, tensão e comichão nas mesmas. Também pode observar-se maior pigmentação do bico e da auréola (zona escura que rodeia o bico).

Nesta se observa, desde o segundo mês, a aparição de uns pontos salientes chamados tubérculos de Montgomery. Depois do terceiro e quarto mês pode observar-se a saída de colostro pelo bico quando se “comprime” a glândula mamária;

Aumento de tamanho do útero:

Durante a gravidez o útero au­menta gradualmente de tamanho ao mesmo tempo que diminui sua consistência e muda de forma. A pessoa capacitada pode em geral per­ceber pelo exame do útero sinais de probabilidade de gravidez em for­ma bastante precoce.

Tem muito valor o aumento de tamanho, entre dois exames, com intervalo de duas semanas. Mais tarde o fundo do útero pode ser percebido pela palpação do abdome. Somente a partir do quarto mês começa a observar-se o aumento de tamanho do abdome. Podem observar-se, também, contrações indolores do útero.

Estes sinais de gravidez podem ser produzidos por outras cau­sas alheias. Não obstante, a existência de vários deles tor­na muito provável a existência da gravidez.

 

Sinais Exatos de Gravidez

Os sinais de certeza são dados pela comprovação da presença de um feto no útero.

Percepção dos batimentos do coração do feto:

A pessoa experi­mentada pode, ao escutar com um aparelho chamado estetoscópio, per­ceber os batimentos do coração do feto. Não se confundirão com os da mãe, pois além de outras diferenças, o número de batimentos é de 120 a 150 por minuto, isto é, muito maior que o da mãe. Podem perceber-se desde o quinto mês, e às vezes antes.

Palpação das diversas partes do feto e os movimentos próprios do mesmo. A pessoa com experiência obstétrica pode perceber desde o quinto mês diferentes partes do feto: a cabeça, as nádegas, as costas, os membros, etc. Também podem perceber-se os movimentos do feto.

A mãe também sente os movimentos por volta do quinto mês. Quando é multípara (várias gestações), pode perceber esses movimentos já ao quarto mês ou mesmo antes. Algumas mulheres somente o percebem no sexto mês. Há casos em que a mulher se engana, interpretando os movimen­tos fetais como se fossem gases ou os gases e movimentos intestinais como se fossem os de um feto, não havendo sinais gravidez.

Comprovação da gravidez por meio de radiografia do esqueleto do feto. Em alguns casos de acentuada obesidade da gestante ou outra razão que dificulte o exame, ou ainda quando se suspeita de que a posição do feto não seja normal, tira-se uma radiografia, a qual, desde o sexto mês, e às vezes antes, permite observar o esqueleto fetal e, portanto, sua posição.

Fonte em inglês: 1

 



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Publicidade:

Mais Assuntos