Albendazol – O que é, para que serve, contraindicações e efeitos colaterais

O Albendazol consiste em um tipo de comprimido mastigável, sendo comercializado em todo país com os seguintes nomes: Zentel, Parazin, Monozol e Albentel.

Albendazol – O que é e para que serve?

albendazol

 

Trata-se de um medicamento com efeito antiparasitário, recomendado para o tratamento de infecções causadas por parasitas que se alojam no intestino, tais como a giárdia.

Esse remédio faz com que os parasitas sejam destruídos, evitando que eles causem danos ao intestino e ao organismo como um todo. Entre os tipos de parasitas combatidos pelo Albendazol, estão:

  • Strongyloides stercoralis;
  • Trichuris trichiura;
  • Ascaris lumbricoides;
  • Enterobius vermiculares;
  • Taenia spp e;
  • Ancylostoma duodenale;
  • Necator americanos.

Quais as contraindicações do Albendazol?

Ainda que esse medicamento tenha sua eficácia comprovada no tratamento de verminoses, ele não é indicado nos seguintes casos:

publicidade
  • Gestantes;
  • Mulheres que estão amamentando;
  • Pacientes com predisposição alérgica a qualquer um dos componentes da fórmula desse medicamento.

Indivíduos que fazem uso de qualquer outro tipo de medicamento ou sejam diagnosticados com alguma doença deverão obrigatoriamente informar essa condição ao médico.

Quais são os componentes da fórmula?

  • Albendazol;
  • Sacarina sódica di-hidratada;
  • Amido;
  • Povidona;
  • Hipromelose;
  • Amidoglicolato de sódio;
  • Macrogol;
  • Aroma de laranja;
  • Celulose microcristalina;
  • Laurilsulfato de sódio;
  • Corante amarelo crepúsculo;
  • Estearato de magnésio;
  • Dióxido de silício.

Quais são os possíveis efeitos colaterais do Albendazol?

A depender do organismo de cada paciente, esse medicamento poderá apresentar alguns efeitos colaterais. São eles:

É preciso consultar um médico para ingerir esse remédio?

Sim. Tanto no caso de adultos quanto de crianças, é necessário que esse remédio seja recomendado por um médico seguindo a dosagem e tempo de tratamento adequados para cada paciente.

remedios

Cuidados especiais

Para que o efeito desse medicamento seja atingido ele necessita ser ingerido com alimentos, fazendo com que ele seja corretamente absorvido pelo organismo.

No decorrer do dia também é necessário beber 2 litros de água mineral, filtrada ou fervida, estimulando a limpeza do organismo quanto a diversos agentes como bactérias, fungos, vírus etc.

Principais sintomas quanto à presença de vermes

Quando determinados vermes começam a atuar no intestino, eles geralmente apresentam os seguintes sintomas:

publicidade
  • Dores constantes no abdômen;
  • Inchaço na região do abdômen;
  • Prisão de ventre constante;
  • Intenso cansaço sem razão aparente;
  • Períodos de diarreia;
  • Coceira no ânus;
  • Emagrecimento sem razão aparente;
  • Fezes de coloração escura;
  • Excesso ou falta de apetite;
  • Ocorrência de pequenos pontos brancos nas fezes;
  • Desnutrição;
  • Manchas esbranquiçadas na pele;
  • Indisposição para atividade física.

Sintomas de vermes intestinais quando afetam bebês e crianças

  • Náuseas ou vômitos;
  • Cólicas e diarreia;
  • Falta de ânimo para estudar ou brincar;
  • Choro constante (devido às cólicas);
  • Barriga com aspecto inchado;
  • Coceira no ânus (mais comum no período da noite);
  • Problemas relacionados ao crescimento;
  • Pele com aspecto amarelado;
  • Ocorrência de pequenos vermes na fralda, fezes ou ânus do bebê.

Dicas de como evitar os vermes intestinais

É possível prevenir os vermes intestinais por meio de cuidados básicos no dia a dia. São eles:

Higienizar as mãos

Manter as mãos limpas, higienizando-as principalmente após o uso do vaso sanitário e antes e depois das refeições é um fator básico para prevenir a ocorrência de vermes.

Para lavar as mãos, recomenda-se utilizar sabonete ou detergente líquido.

Lavar bem os alimentos

Principalmente no que se refere aos vegetais, tais como folhas, frutas e legumes, é indispensável lavá-los e descascá-los adequadamente.

No caso de folhas como almeirão, rúcula, alface etc., é indicado lavá-las e deixá-las de molho na água com vinagre de maçã por pelo menos 15 minutos antes de consumi-las.

publicidade

Cozinhar bem as carnes

Tanto as carnes vermelhas (bovinas e suínas) quanto aves e peixes devem ser sempre bem cozidos. O consumo de alimentos mal passados contribuem para a formação de vermes, podendo ocasionar diversos problemas ao organismo.

Além disso, recomenda-se temperar bem as carnes com sal, limão e alho.

Beber somente água tratada

Para prevenir a ação de vermes no intestino é fundamental consumir apenas água tratada com hipoclorito de sódio, mineral, filtrada ou fervida.

Higienizar bem os utensílios domésticos

Todos os utensílios utilizados na preparação dos alimentos deverão ser adequadamente higienizados com água, detergente e bem enxaguados.

Resíduos acabam causando a contaminação de alimentos, causando intoxicação e favorecendo a presença de vermes.

Cuidar bem da higiene pessoal

O cuidado com a higiene pessoal também é outro dos pontos a serem observados para combater vermes.

Sobretudo no caso de crianças (que naturalmente são mais dependentes dos adultos) é necessário dar atenção especial à higiene das unhas, cabelos etc.

Manter a casa limpa

A higienização da casa deve ser feita com regularidade, dando atenção especial ao banheiro e cozinha.

O lixo deve ser recolhido todos os dias (principalmente no caso de quem tem crianças e bebês em casa). As lixeiras devem ser desinfetadas.

As louças sanitárias (sobretudo o vaso) devem ser higienizados com cloro e detergente, assim como o chão da cozinha e do banheiro.

Não exagerar no consumo de açúcar

O consumo de açúcar favorece a ação dos vermes. Portanto, é fundamental reduzir drasticamente o consumo de doces, refrigerantes, sucos de caixinha e demais alimentos que contenham açúcar. Evitar o açúcar é uma medida ainda mais essencial no caso das crianças que naturalmente possuem o organismo sensível.

Acompanhamento médico

Os médicos recomendam (principalmente no caso de crianças) a realização de exame de fezes no mínimo 1 vez ao ano, fazendo o tratamento necessário para evitar possíveis complicações.

Alimentos que combatem os vermes intestinais

Pelo fato de determinados alimentos ajudarem na limpeza intestinal, eles naturalmente evitam a presença de vermes. Esses alimentos são:

  • Alho;
  • Cebola;
  • Arruda;
  • Azeite de alho;
  • Mastruz (erva de Santa-Maria);
  • Óleo de orégano;
  • Suco de romã;
  • Cenoura ralada;
  • Açafrão-da-terra em pó;
  • Cravo da Índia;
  • Hortelã batida com leite;
  • Sementes de abóbora;
  • Sementes de mamão;
  • Coco fresco ralado;
  • Água de coco natural.

Para combater os vermes, além de fazer uso de remédios como o Albendazol, é indispensável adotar uma série de cuidados que, além de proteger o intestino, evitará inúmeras outras doenças tanto em adultos quanto em crianças.

Bula da Albendazol

Para fazer download da bula do Albendazol clique aqui.

Preço Médio – Valor

O preço médio do ALBENDAZOL 400 mg com 1 Comprimido Mastigável, Prati Donaduzzi – Genérico na Ultrafarma varia entre 4 à 6 reais.

publicidade
 
Imagens-  dicassobresaude.com         superlistas.net