Cetoprofeno – O que é, para que serve, contraindicações e efeitos colaterais

O Cetoprofeno consiste em um dos medicamentos mais consumidos no Brasil, sendo indicado para tratamento de diversas doenças. Para saber mais detalhes sobre sua composição, para que serve e obter excelentes dicas de saúde, confira nosso post.

Cetoprofeno – O que é?

cetoprofeno

Trata-se de um medicamento pertencente à família dos anti-inflamatórios caracterizados como não-esteroides, possuindo poderoso efeito analgésico e anti-inflamatório e sendo comercializado desde a década de 70.

Cetoprofeno – Para que serve?

Graças às suas propriedades no alívio de dores e inflamações, esse medicamento é indicado para os seguintes casos:

Quais são as contraindicações?

Ainda que esse medicamento apresente efeitos benéficos no tratamento das doenças acima, ele não é indicado nas seguintes situações:

publicidade
  • Gestantes;
  • Mulheres que estão amamentando;
  • Crianças;
  • Indivíduos que sofrem de insuficiência cardíaca;
  • Pessoas que sofrem de insuficiência renal;
  • Pessoas que sofrem de insuficiência hepática (no fígado);
  • Indivíduos que sofrem de asma;
  • Pessoas que apresentam ou já apresentaram úlceras estomacais ou intestinais;
  • Pessoas alérgicas a esse medicamento, a qualquer um dos componentes da fórmula ou com histórico de reações alérgicas quanto aos seguintes medicamentos: Diclofenaco, Ibuprofeno, Indometacina e Naproxeno.

Quais os componentes da fórmula?

  • Cetoprofeno;
  • Água purificada;
  • Celulose microcristalina;
  • Hipromelose;
  • Copovidona;
  • Macrogol;
  • Dióxido de silício;
  • Laurilsulfato de sódio;
  • Estearato de magnésio;
  • Bicarbonato de sódio;
  • Lactose monoidratada;
  • Citrato de trietila;
  • Simeticona;
  • Talco;
  • Dióxido de titânio;
  • Copolímero do ácido metacrílico;
  • Corante laca amarelo quinolina.

Quais os efeitos colaterais do Cetoprofeno?

Alguns dos possíveis efeitos colaterais com relação ao desse medicamento são:

  • Desconfortos gastrointestinais;
  • Náuseas e/ou vômitos;
  • Crises de asma;
  • Hemorragia digestiva;
  • Reações alérgicas na pele;
  • Visão turva;
  • Dor de cabeça;
  • Sonolência;
  • Alterações do humor;
  • Ataques convulsivos.

É necessário consultar um médico para tomar Cetoprofeno?

Sim. Esse medicamento deve ser ingerido somente com prescrição médica, sendo que o profissional, de acordo com o quadro clínico de cada paciente, irá recomendar a dosagem ideal e tempo de tratamento.

Durante a consulta é possível relatar ao médico todos os detalhes quanto a possíveis reações alérgicas, presença de outras doenças no corpo etc.

publicidade

Em hipótese alguma o tratamento deverá ser interrompido sem conhecimento médico, já que isso poderia acarretar complicações no corpo.

comprimidos

Dicas de tratamentos complementares

Para potencializar os efeitos desse medicamento ou até mesmo buscar formas naturais de combater os processos inflamatórios e dores, é interessante considerar as seguintes possibilidades de tratamentos complementares:

Acupuntura

Trata-se de uma antiga técnica chinesa que, mediante estimulação de certos pontos do corpo, busca auxiliar no tratamento de dores e inflamações (até mesmo as crônicas), fazendo com que os pacientes obtenham grande alívio físico.

Para fazer as sessões de acupuntura é necessário pesquisar um profissional devidamente qualificado e relatar com detalhes qual a doença a ser tratada e os principais sintomas que ela acarreta.

Yoga

Por meio de técnicas orientais de respiração e exercícios, a yoga favorece a elasticidade do corpo, disposição e ganho de energia para o dia a dia, aliviando dores crônicas e processos inflamatórios.

Sobretudo no caso de pessoas impossibilitadas de praticar atividade física, essa é uma excelente maneira de manter o corpo em forma.

Além disso, as técnicas de yoga ajudam no relaxamento mental, amenizando sintomas relacionados ao estresse (principal causador de dores musculares), ansiedade, depressão, síndrome do pânico etc.

Aromaterapia

Os óleos essenciais utilizados durante as sessões de aromaterapia possuem diversas propriedades benéficas para a saúde, incluindo efeitos anti-inflamatórios e analgésicos.

Por essa razão, essas sessões também são recomendadas para pessoas que sofrem de dores e inflamações crônicas, tais como artrite, artrose etc.

Até mesmo para aliviar a dor de cabeça e dores musculares típicas do estresse, as sessões de aromaterapia surtem excelentes resultados, sobretudo quando combinadas com massagens e banhos.

Reiki

O Reiki consiste em uma poderosa terapia oriental que, por meio da imposição de mãos, ajuda a reequilibrar os centros de força do corpo – os chamados Chacras.

Ao estabilizar esses centros, é possível aliviar uma série de sintomas relacionados às doenças de ordem física e emocional, sendo muito eficaz no tratamento de inflamações crônicas e dores.

Como obter mais saúde e qualidade de vida?

A saúde e a qualidade dependem (e muito) dos seguintes fatores:

Alimentação adequada

De acordo com os nutricionistas, uma alimentação saudável é aquela que prioriza o consumo de alimentos que estejam o mais próximo possível do seu estado natural, ou seja, frutas, legumes, verduras, grãos, cereais, fibras etc., evitando ao máximo o consumo de itens industrializados.

Principalmente no caso de pessoas que sofrem de dores e inflamações crônicas, o ideal é consumir alimentos que fortalecem o sistema imunológico e que são ricos em substâncias anti-inflamatórias. Esses alimentos são:

  • Açafrão-da-terra (cúrcuma) em pó;
  • Gengibre;
  • Salsinha;
  • Alecrim;
  • Alho e cebola;
  • Linhaça;
  • Lichia;
  • Castanha-do-pará;
  • Cogumelo Shitake;
  • Couve de Bruxelas;
  • Espinafre;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Óleo de coco;
  • Iogurte natural;
  • Brócolis;
  • Couve-manteiga;
  • Agrião;
  • Rúcula;
  • Curry (especiaria);
  • Orégano;
  • Manjericão;
  • Água de coco;
  • Abacaxi;
  • Laranja;
  • Limão;
  • Tangerina;
  • Maçã;
  • Morango;
  • Tomate;
  • Amoras;
  • Framboesa;
  • Mirtilos;
  • Sardinha;
  • Salmão;
  • Arenque;
  • Anchova;
  • Abacate;
  • Chá verde;
  • Pimentas suaves;
  • Cerejas frescas;
  • Chocolate amargo.

Além de priorizar o consumo desses itens no cardápio, é indicado que os vegetais sejam adquiridos no formato orgânico (sem adição de agrotóxicos).

Produtos com agrotóxicos ou os transgênicos podem agravar os sintomas das dores e inflamações, enfraquecendo o organismo e tornando-o mais suscetível a outras doenças.

Beber 2 litros de água diariamente

Esse é outro hábito básico para quem deseja ganhar saúde e qualidade de vida. Sobretudo para combater as inflamações, a água é essencial para remover as toxinas do organismo e hidratar o corpo (incluindo as articulações).

Além da água pura, é essencial ingerir sucos naturais, água de coco, chás de plantas medicinais etc., evitando ao máximo o consumo de refrigerantes, bebidas alcoólicas e sucos industrializados.

Atividade física

Desde que autorizada pelo médico, a atividade física de leve à moderada ajuda muito no tratamento de doenças articulares, fortalecendo o corpo e melhorando a flexibilidade.

Em suma, além de utilizar o Cetoprofeno, é indispensável readequar os hábitos do dia a dia.

Bula do Cetoprofeno

Para fazer download da bula do Cetoprofeno clique aqui.

Preço Médio – Valor

O preço médio do Cetoprofeno 50 mg com 24 Cápsulas na ultrafarma varia entre 12 à 24 reais.

publicidade
Imagens- tuasaude.com                    emagrecer.eco.br