Fluconazol – O que é, para que serve, contraindicações e efeitos colaterais

O Fluconazol consiste em um medicamento eficaz no combate aos fungos, sendo caracterizado como um dos tipos mais comuns de antimicóticos. Ele é disponibilizado em formato de cápsulas e comercializado principalmente pelo laboratório Medley.

Fluconazol – Para que serve?

fluconazol

Esse antifúngico é indicado para o tratamento de:

  • Candidíase vaginal aguda e recorrente (doença provocada por um fungo chamado de Candida albicans);
  • Balanite por cândida (processo de candidíase masculina).

 

Quais são as contraindicações do Fluconazol?

Embora esse medicamento seja altamente eficaz no tratamento e prevenção da candidíase feminina e masculina, esse medicamento não é recomendado nos seguintes casos:

  • Gestantes;
  • Lactantes (mulheres que estão amamentando);
  • Pessoas alérgicas ao Fluconazol ou medicamentos semelhantes;
  • Pessoas alérgicas a qualquer um dos componentes da fórmula desse medicamento.

Obs.: pessoas que sofrem algum tipo de doença ou fazem uso de outros medicamentos deverão obrigatoriamente informar ao médico essas condições.

Qual a composição da fórmula desse medicamento?

Fluconazol;

  • Silicato de magnésio;
  • Amido;
  • Laurilsulfato de sódio;
  • Dióxido de silício;
  • Lactose monoidratada;
  • Estearato de magnésio.

Possíveis efeitos colaterais

A depender da reação de cada organismo, o uso desse medicamento poderá acarretar os seguintes efeitos colaterais:

publicidade
  • Náusea e /ou vômitos;
  • Diarreia;
  • Dores no abdômen;
  • Dor de cabeça;
  • Prisão de ventre;
  • Em caso de pessoas predispostas a alergias, esse medicamento poderá ocasionar reações na pele.

Obs.: ao constatar efeitos colaterais, o paciente deverá informar ao médico para readequação da dosagem ou mudança de remédio.

É preciso consultar um médico antes de usar esse remédio?

Sim. Somente um médico, preferencialmente ginecologista ou urologista poderá prescrever esse medicamento, recomendando a dosagem ideal e tempo de tratamento mediante quadro clínico específico do paciente.

Quais as principais causas da candidíase?

Para prevenir esse problema, é fundamental saber as principais causas, que são:

publicidade

Uso excessivo de antibióticos

Pelo fato de esses medicamentos combaterem diversos tipos de bactérias, eles acabam matando também as boas, ou seja, aquelas essenciais para a proteção do organismo, incluindo a região genital.

Com a desproteção da área da vagina, os fungos atacam com maior facilidade, ocasionando a candidíase.

Excesso de açúcar no sangue

Pessoas diagnosticadas com diabetes ou que possuem níveis elevados de açúcar no sangue são naturalmente mais propensas aos episódios de candidíase, já que essa substância consiste numa grande aliada do fungo Candida albicans.

Estresse

Pelo fato de o estresse diminuir as defesas imunológicas, o organismo fica suscetível à ação do fungo causador da candidíase.

Sobretudo nas mulheres, um dos sinais mais alarmantes que o corpo manifesta quanto ao estresse consiste na ocorrência dessa infecção.

Desequilíbrio dos hormônios

Alterações relacionadas principalmente aos hormônios femininos são fatores desencadeadores da candidíase, já que elas enfraquecem o sistema imunológico e torna o organismo frágil à ação dos fungos.

Doenças autoimunes

A presença de doenças como HIV positivo, Lúpus ou artrite reumatoide pode aumentar a incidência de candidíase, já que elas prejudicam o sistema imunológico, fazendo com que ele não consiga responder corretamente no combate aos fungos, vírus e bactérias.

Uso de roupa íntima sintética

Outra das causas comuns da candidíase consiste no uso de roupas íntimas sintéticas ou roupas apertadas.

Isso desfavorece a circulação de ar na região genital, aumentando o risco de proliferação de fungos.

Por isso, o ideal é utilizar roupas íntimas de algodão e optar por reduzir o uso do jeans, utilizando tecidos mais leves e soltos (principalmente nos dias mais quentes).

Alimentos que combatem a candidíase

Seja para prevenir ou combater essa infecção que afeta a região genital, um dos grandes aliados consiste nos alimentos que fortalecem as defesas imunológicas. Desse modo, é necessário saber quais deles devem ser adicionados no cardápio e quais devem ser evitados.

cartela

Os melhores alimentos para combater a candidíase

  • Óleo de coco;
  • Açafrão-da-terra em pó;
  • Gengibre;
  • Salsinha;
  • Alho;
  • Cebola;
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Manjericão;
  • Orégano;
  • Alecrim;
  • Curry;
  • Camomila;
  • Salmão;
  • Sardinha;
  • Atum;
  • Arenque;
  • Espinafre;
  • Brócolis;
  • Couve-manteiga;
  • Maçã;
  • Agrião;
  • Rúcula;
  • Lentilha;
  • Iogurte natural;
  • Água de coco;
  • Kiwi;
  • Mirtilo;
  • Morango;
  • Framboesa;
  • Abacaxi;
  • Amora;
  • Limão;
  • Laranja;
  • Tangerina;
  • Acerola;
  • Mel;
  • Geleia real;
  • Semente de chia;
  • Semente de linhaça.

Quais alimentos devem ser evitados?

  • Frituras em geral;
  • Molho de tomate industrializado;
  • Temperos industrializados com excesso de sódio;
  • Condimentos (mostarda, maionese, ketchup e molhos de salada industrializados);
  • Alimentos embutidos (salame, salsicha, presunto, bacon, linguiças etc.);
  • Alimentos enlatados (ervilha, feijão, milho etc.);
  • Salgadinhos;
  • Doces industrializados;
  • Carne vermelha;
  • Queijos gordos;
  • Massas preparadas com farinha branca (pizza, lasanha, tortas etc.). Obs.: o ideal é substituir esses itens por aquelas massas preparadas com farinha integral ou de arroz, opções que contêm menos glúten;
  • Refrigerantes;
  • Sucos de caixinha;
  • Energéticos;
  • Café;
  • Chá mate;
  • Chá preto;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Açúcar.

Suco natural para tratamento da candidíase

Ingredientes

  • 1 cenoura média descascada e cortada;
  • 2 tomates grandes descascados;
  • 1 dente de alho descascado;
  • 5 folhas de manjericão fresco;
  • 1 talo de aipo cortado;
  • 1 beterraba descascada e cortada;
  • ½ colher (sobremesa) de açafrão-da-terra em pó;
  • 500ml de água gelada.

Preparo

  • Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater por cerca de 1 minuto, até que a mistura fique homogênea;
  • Coar, bater o líquido novamente e beber gelado.

É recomendado beber esse suco todos os dias até que a candidíase desapareça. Como prevenção e fortalecimento das defesas imunológicas, é indicado beber esse suco 1 ou 2 vezes por semana.

Outras maneiras naturais de prevenir e tratar candidíase

  • Dormir 8 horas todas as noites;
  • Praticar uma atividade física de forma regular;
  • Beber 2 litros de água todos os dias;
  • Utilizar sabonetes específicos para a região genital, mantendo o PH equilibrado (isso vale para mulheres e homens);
  • Evitar o uso de desodorantes ou cremes na região genital;
  • Evitar de ficar com roupas de banho molhadas por muito tempo após banhos de mar ou piscina;
  • Fazer acompanhamento médico com a frequência mínima de 1 ano, realizando exames preventivos e mensurando como está o nível de nutrientes no organismo (vitaminas, minerais etc.), já que a carência deles pode provocar a candidíase.

Essas informações demonstram que além de fazer uso de um medicamento como o Fluconazol, é indispensável adotar uma série de outros cuidados para prevenir e tratar a candidíase.

Bula do Fluconazol

Para fazer download da bula  clique aqui.

Preço Médio – Valor

O preço médio do Fluconazol  150 mg com 1 Cápsula na ultrafarma varia entre 2 à 9 reais.

publicidade
Imagens-  fluconazol.com.br                dorminhoco.com