Tetralysal – Para que Serve? Efeitos Colaterais e Efeitos – Bula

Embora esse nome não seja conhecido por muita gente, o Tetralysal consiste em um item bastante utilizado pelos brasileiros. Para saber para que ele é indicado e obter mais informações, fique de olho no nosso artigo.

 

Tetralysal

 

Tetralysal – O que é?

Trata-se de um medicamento com efeito antibiótico bastante eficaz no combate a microrganismos sensíveis às tetraciclinas (grupo de antibióticos naturais ou semissintéticos, utilizados no tratamento de diversos tipos de bactérias, fungos e alguns protozoários).

Tetralysal – Para que serve?

De maneira geral, esse medicamento é recomendado para tratamento de:

  • Infecções sensíveis às tetraciclinas (que conforme mencionado, age no combate a diversos tipos de bactérias, fungos e protozoários);
  • Acnes comuns;
  • Rosácea (também chamada de acne rosácea, ela afeta o rosto e é responsável por causar vermelhidão, pequenos inchaços de coloração vermelha e presença de pus).

Tetralysal – Contraindicações

Sim. Embora esse medicamento seja bastante eficaz no combate às infecções, acnes e rosácea, ele não é indicado nos seguintes casos:

  • Pessoas alérgicas às tetraciclinas;
  • Gravidez suspeita ou confirmada;
  • Lactantes (mulheres que estão amamentando);
  • Crianças menores de 8 anos;
  • Pessoas que fazem uso de retinoides orais;
  • Pessoas que apresentam doenças nos rins ou no fígado.

Cuidados especiais

É preciso enfatizar que as pessoas que fazem uso desse medicamento devem:

  • Evitar intensa exposição ao sol, sobretudo nos horários em que ele está mais forte, procurando sempre manter a pele protegida com o protetor solar indicado pelo dermatologista;
  • Informar o médico caso esteja ingerindo outros tipos de medicamentos (sejam eles contínuos ou não).

Tetralysal – Quais são os efeitos colaterais?

  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Desconfortos gastrointestinais;
  • Náuseas e/ou vômitos;
  • Diarreia;
  • Dores no abdômen;
  • Desconforto visual/vertigem;
  • Anemia hemolítica (anemia causada pela ruptura das hemácias);
  • Alterações de substâncias concentradas na corrente sanguínea;
  • Hiperazotemia extrarrenal;
  • Diminuição de plaquetas no sangue;
  • Inflamação ou infecção na língua;
  • Reações alérgicas (caso a pessoa seja alérgica a algum dos componentes da fórmula);
  • Aumento da pressão intracraniana (caracterizada por fortes dores de cabeça e tonturas);
  • Reações de fotossensibilidade;
  • Diminuição dos níveis de glóbulos brancos (neutropenia).

É preciso consultar um médico antes de iniciar o uso desse medicamento?

Com toda certeza. Seja para tratar infecções de modo geral ou acnes e rosácea, esse medicamento deverá ser prescrito por um médico, seja um clínico geral ou dermatologista, evitando possíveis processos alérgicos.

Além disso, a depender do quadro geral do paciente, pode ser necessária a realização de exames laboratoriais para verificar questões relacionadas à saúde do sangue e hormônios, identificando as causas do problema.

Cuidados especiais para prevenir infecções

O primeiro passo para prevenir infecções dos mais variados tipos, sejam elas causadas por bactérias, vírus, fungos ou protozoários, trata-se de fortalecer as defesas imunológicas. E como isso é feito?

Ingerindo alimentos adequados

Uma alimentação saudável é a principal aliada das defesas imunológicas. Além de aumentar o consumo de legumes, frutas, verduras, fibras, grãos integrais etc., é fundamental inserir no cardápio os seguintes alimentos (já que eles favorecem a imunidade):

  • Alho e cebola;
  • Gengibre;
  • Lichia;
  • Castanha-do-Pará;
  • Cogumelo shitake ou shimeji;
  • Frutas cítricas (laranja, acerola, limão, abacaxi, kiwi, morango etc.);
  • Vegetais de cor verde escura (espinafre, couve-manteiga, couve de Bruxelas, rúcula, brócolis etc.);
  • Iogurte natural;
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma);
  • Grão de bico;
  • Lentilha;
  • Feijão;
  • Tomate;
  • Azeite de oliva;
  • Salmão e sardinha;
  • Pimenta caiena.

Ter uma atividade física

Embora poucas pessoas saibam disso, além de contribuir para o emagrecimento e evitar uma série de doenças como hipertensão, colesterol alto, diabetes etc., os exercícios físicos são essenciais para o fortalecimento da imunidade.

O motivo disso é que durante a atividade física são liberadas duas importantíssimas substâncias que favorecem a sensação de bem-estar mental: a endorfina e a serotonina.

É exatamente graças a elas que sentimos aquela sensação agradável ao término da atividade física, interferindo positivamente na nossa saúde física e mental.

Inclusive, é comprovado que a prática regular de atividade física contribui para aliviar os sintomas relacionados à depressão, ansiedade e até mesmo síndrome do pânico.

Cuidados especiais para prevenir acne e rosácea

 

Tetralysal-acne

 

A saúde da pele depende basicamente de 3 fatores:

1 – Ingerir 2 litros de água todos os dias

O primeiro passo para ter uma pele mais saudável consiste em estimular a eliminação de toxinas e mantê-la hidratada. A melhor maneira de fazer isso é ingerindo 2 litros de água todos os dias.

Assim, os poros naturalmente trabalham melhor, eliminando impurezas e evitando que a pele fique com aquele aspecto seco e sem vida.

A ingestão de água também combate a oleosidade, a principal vilã quanto ao surgimento de acnes.

2 – Alimentação

Uma pele saudável também depende (e muito) da alimentação. Desse modo, além de aumentar o consumo de frutas, verduras, legumes, fibras etc., é primordial incluir no cardápio os seguintes alimentos:

  • Salmão, atum, sardinha ou bacalhau;
  • Açafrão-da-terra (cúrcuma);
  • Espinafre;
  • Brócolis;
  • Cenoura;
  • Mamão;
  • Manga;
  • Pêssego;
  • Laranja;
  • Acerola;
  • Morango;
  • Batata-doce;
  • Nozes;
  • Azeite de oliva;
  • Abacate;
  • Folhas verdes;
  • Sementes de girassol;
  • Linhaça;
  • Aveia;
  • Abóbora;
  • Açaí;
  • Chá verde;
  • Melão;
  • Melancia.

3 – Utilizar produtos adequados para a pele

Cada pessoa possui um tipo de pele, sendo que algumas delas podem apresentar maior sensibilidade que outras. Desse modo, é preciso identificar os produtos que mais se adequam ao seu tipo de pele, buscando sempre orientação dermatológica.

De forma geral, principalmente no que diz respeito a antitranspirantes, hidratantes, protetor solar etc., recomenda-se que eles sejam receitados por um dermatologista, já que esses comercializados em supermercados e lojas de cosméticos contém algumas substâncias que poderão provocar alergias ou reações indesejáveis.

Também é recomendado fazer a limpeza diária da pele com itens naturais ou produtos dermatologicamente testados, fazendo com que ela fique com um aspecto saudável e natural.

O uso da maquiagem também deve ser revisto, principalmente com relação a itens que fecham os poros. O recomendado é utilizar no dia a dia uma maquiagem mais suave, deixando para intensificar o uso apenas em finais de semana ou ocasiões especiais, não esquecendo de fazer a limpeza do rosto com um demaquilante dermatologicamente aprovado.

Seguindo todos esses cuidados, o uso do Tetralysal apresentará excelentes resultados não somente a curto, mas sobretudo a médio e longo prazo.

Bula

Para ler a bula completa, clique aqui.

 

Leia Também: