Como não ficar enjoado em viagens de Carro e Barco – Causas do Enjoo

enjoo-carro-barco

Você costuma ficar enjoado em viagens de carro ou barco? Isso é muito comum! A forma mais intensa de enjoo provocado pelo movimento de diversos meios de transporte é habitualmente a que se produz nos barcos. À medida que aumentam os movimentos transversais do barco ou os de proa para a popa, ou mais ainda os de baixo para cima ou diversas combinações dos mesmos, eleva-se o número de pessoas que experimentam em maior ou menor grau os desagradáveis sintomas de enjoo.

Há quem sofra de sintomas parecidos embora menos intensos ao viajar de avião, automóvel, trem, ônibus, subterrâneo, bonde, subir ou descer em ascensor, etc.

Causas do enjoo em carros e barcos

A causa destes transtornos parece ser o estímulo excessivo dos canais semicirculares do ouvido interno (órgãos que nos permitem conhecer a posição do corpo) pelos movimentos exagerados do veículo. Os surdos-mudos, que têm afetado o ouvido interno, parecem imunes à tontura.

Favorecem a aparição do enjoo, além da acentuada suscetibilidade que têm para os enjoos algumas pessoas: ventilação insuficiente, calor, agasalho excessivo, cheiros desagradáveis, prisão de ventre, transtornos do tubo digestivo, álcool, nervosismo, sugestão, etc.

Os sintomas são de variável intensidade. Nos casos leves, pode haver somente perda do desejo de comer e leve sensação de náusea e enjoo.

Quando o transtorno aumenta, aparecem os vômitos, o enjoo acentua-se sobremodo a marcha torna-se insegura e cambaleante, e há dor de cabeça e palidez verdosa da face. Casos há intensos em que os vômitos são muito repetidos, há acentuada prostração física e mental que impedem de qualquer esfôrço a pessoa afetada.

Como Evitar enjoo em viagens de carro e barco

Devem evitar-se quanto possível as causas predisponentes mencionadas anteriormente. Atualmente um bom meio preventivo e curativo do enjoo é o uso de uma substância anti histaminica, chamada dramamina que, segundo foi descoberto, dá em elevada porcentagem de casos, muito bom resultado para evitar ou tratar o enjoo.

O mais popular deles é o  Dramin. O problema é que ele causa sono, o que pode atrapalhar o passeio.

É conveniente consultar o médico para ver se pode ou não tomá-lo, pois há algumas contra-indicações ao seu uso em certos casos, tais como, por exemplo, a idade muito avançada e a tensão arterial muito elevada. Quando pode tomar-se, a dose habitual é de 50 miligramas, a serem tomados 10 minutos antes de subir ao avião ou no momento de zarpar o barco, repetindo-se, se necessário, quando desaparece o efeito da primeira dose.

Em algumas pessoas êste medicamento produz sensação de sono. Outro medicamento útil nestes casos é a Marexina ou Bonsmina (cloridrato de meclinina). Contribuirão para evitar o enjôo, a boa ventilação, entreter-se ou distrair-se e deitar-se ao menor sinal de enjoo.



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Mais Assuntos