Papilomatose laríngea – Vírus, Causas e Tratamentos

Papilomatose laríngea

Na infância é relativamente comum a papilomatose laríngea, ou seja, o aparecimento deformações anormais no interior da laringe, denominadas papilomas. São tumores benignos que se formam principalmente nas mucosas. Sendo benigna, tende naturalmente para a cura, mas mantém grande importância clínica.

Em primeiro lugar, porque predispõe o aparelho respiratório a infecções; em segundo, porque sempre há a possibilidade, nas crianças, de asfixia pelo crescimento celular anormal na luz da laringe. Nos adultos, existe o risco de malignização do processo.

Vírus

O vírus do papiloma humano (VPH ou HPV, do inglês human papiloma virus) é um vírus que infecta a pele ou mucosas, e possui mais de 200 variações diferentes.

Sintomas de papilomatose (papiloma humano)

Em geral, os primeiros sinais de papilomatose podem ser confundidos com outras afecções, como o resfriado. Nessa fase, a massa tumoral não chegou a obstruir a laringe, mas já afetou as cordas vocais, causando disfonia (perturbação da intensidade, do timbre e do tom da voz).

Se o papiloma chega a expandir-se mais, pode acontecer a obstrução parcial da glote, com ocorrência de afonia e respiração com ruídos semelhantes aos das crises de bronquite. O quadro mais grave e intenso se confunde com uma crise de difteria: é quando os papilomas chegam a bloquear a luz da laringe e tornam impossível a respiração normaL Se não houver socorro imediato, a criança pode morrer.

Causas da Papilomatose (papiloma humano)

A principal forma é pela via sexual, que inclui contato oral-genital. Também pode haver transmissão durante o parto.

Tratamento de papilomas humanos

A terapêutica mais utilizada é a extirpação cirúrgica dos papilomas. Um dos métodos usados para esse fim é a laringotomia, isto é, abertura da laringe pelo exterior, que oferece completo domínio do campo operatório. Após isso, os papilomas podem ser eliminados com a aplicação, no local, de substância cáustica ou por meio de eletrocoagulação.

A abertura pode provocar a diminuição da luz da laringe, em razão das cicatrizes; para se evitar isso, pode-se recorrer à radioterapia, que facilita a cicatrização normal. Outro método é a criocirurgia, a cirurgia a frio. A base desse método é a aplicação de nitrogênio e oxigênio líquidos no local lesado.

Com temperaturas extremamente baixas, esses elementos provocam a destruição das células anormais. A extração de parte ou de todos os papilomas, entretanto, não oferece garantia definitiva. Mesmo após a extirpação, a doença pode voltar a instalar-se, embora a tendência a recaídas vá se tornando menor em crianças acima dos seis anos.



doencas Revelado: Como Prevenir e Curar Doenças


Enquanto muitas pessoas se entopem de remédios, multivitamínicos e realizam dietas mirabolantes, existem certos alimentos que podem evitar doenças ou até mesmo ajudar na cura de muitas delas. Descubra o Real PODER na Natureza neste Vídeo Exclusivo - Clique Aqui


Mais Assuntos